Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Isaías 66: 2.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Não fez as minhas mãos todas estas coisas, e assim vieram a existir? diz o Senhor. É para este que olharei: para o humilde e contrito de espírito, e que treme da minha palavra” – Is. 66: 2.

Escolhi esse verso não por acaso. Claro que existe um contexto, que pode ser lido na Bíblia por qualquer pessoa, a referência está aí, explícita. A primeira parte do verso, pois, está mais ligada a esse “pano de fundo”, ou seja, à história em si, e é uma coisa relativamente fácil de ser aferida, por quem crê no Senhor, em Jesus: que Deus Pai é o Criador de todas as coisas, visíveis e invisíveis, do Universo. Esse me parece ser um tema indiscutível entre os crentes em Jesus. Confesso, no entanto, que o que me chamou a atenção quando estava lendo Isaías, foi a segunda parte do verso em apreço, aliás, uma questão não singela e importantíssima à nossa confiança e consolação em Deus, nosso Pai. O Senhor “olha” e vela pelos que tremem diante de Sua Santa Palavra, e para aqueles que, além disso, são humildes e contritos de coração, ou de espírito. Peço que notem que quem diz essas palavras é o Senhor, pela boca de Isaías, então Profeta de Deus. Logo, não são palavras de homens, mas de Deus, Dele.

Há algum tempo eu venho falando e insistindo na importância da condição e estado de nossos corações perante Deus. Eu venho dizendo que isso é mais relevante do que atos, condutas, práticas, rituais, aparências Etc. Assim, quando eu me deparei com esse verso, em sua segunda parte, meu coração “pulou”, e eu soube na hora que deveria escrever sobre ele. Eu não quero perder tempo explicando o significado de “humildade”, ou de “ser humilde”, visto que já falei disso bastante em outros textos. Quero me concentrar, por outro lado, nas palavras do Senhor, que nos traz para junto Dele, já que foi Ele quem as disse. Pelo verso vemos os “requisitos básicos” das pessoas que querem agradar a Deus e estar sempre perto Dele. Humildade, ser humilde. Sim. Ser contrito de coração. Sim. E tremer diante da Palavra de Deus. Sim. É lindo ver como o Senhor nos quer para Ele, em espírito e em verdade. Puros e retos em nossas imperfeições. Corações livres e abertos, sinceros e íntegros, fraternos e piedosos, tementes a Deus. Almas “leves”, sem “âncoras” e “travas”. Pessoas reais, inteiras, para o Deus real, Único.

Você consegue entender a profundidade e a extensão do que Deus nos diz por Isaías? Nós precisamos “aferir” e “calibrar” os nossos corações, mantendo-os parelhos com o Coração do Pai. Como se fosse ou como acontece com uma conexão Bluetooth. Mas não se faz uma conexão dessas se não houver “compatibilidade”. Trazendo o exemplo dado para a nossa atual realidade, nós precisamos ter as condições necessárias em nós para “nos conectarmos” com o Senhor. O verbo é “parear”. Nós devemos “parear” os nossos corações com o Coração de Deus Pai. E como fazer isso? Ora, resposta dada acima. Isso se faz por intermédio de Jesus, mas não adianta estar sem as condições que o Senhor nos coloca acima. Mais do que isso até, nós temos de ter em nós mesmos integridade para estar diante de Deus Pai. Ninguém engana o Senhor, isso é impossível. Integridade envolve sinceridade, retidão, boa-fé, zelo, honestidade, transparência, educação, polidez, respeito, temor, medo, amor.

Qualquer um de nós que conseguir chegar a esse estado/condição, de coração, alma e espírito, conquistou o Mundo e a Eternidade. Pois que não há nada que um ser humano possa alcançar em vida ou fora dela maior do que isso. Alcança-se esse estado/condição em vida, na verdade, e em Jesus, ou por Jesus, mas os reflexos perduram fora dela. Eu já disse é repito que o melhor para nós é “olharmos para dentro”, e não acharmos nada de ruim que possa ser reprovado por Deus. Nossa essência, nosso âmago, nosso íntimo, nosso “eu”, tudo isso uma coisa só em cada um de nós, está contaminado pela imperfeição, pela fraqueza, pelos desejos impuros e inadequados, e outras tantas coisas ruins. Mas Deus Pai, em Jesus, nos purifica e nos regenera, e nos limpa, e perdoa, e ama, a cada dia, dia após dia, sem cessar. As misericórdias de Deus se renovam a cada manhã. Sua bondade é infindável. Seu amor, Ágape, incondicional. Nossa obrigação se cinge em manter os nossos corações alinhados com o Coração Dele. Se for preciso, renove-se como cristão, e “pareie” o seu coração com o Dele. Basta de sacrifícios, de dogmas, de altercações doutrinárias, de divisões, de práticas inúteis e vazias, de religião, de religiosidade, de horríveis barganhas, de aparência, do que for. A partir de agora, que seja de coração para Coração. Simples assim, mas real, forte, “palpável”, “o topo”, o máximo.

© Amor-Perfeito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: