Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

João 20: 14.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Tendo dito isto, voltou-se e viu a Jesus ali em pé, mas não percebeu que era Jesus” – Jo. 20: 14.

Depois da crucificação do Mestre, passado o dia de sábado, Maria Madalena foi ao túmulo de Jesus, e encontrou-o aberto, com a pedra removida. Espantada com tudo aquilo, viu Maria Madalena que o túmulo estava vazio. Primeiro ela viu dois anjos no lugar onde jazia Jesus. E depois viu o próprio Senhor Jesus, que até perguntou a ela porque chorava. Mas ela não percebeu que era Jesus que lhe falava. Só depois que Jesus a chamou pelo nome que Maria O reconheceu e exclamou “Rabôni!”. Nesse momento histórico Maria Madalena não podia supor que alguém pudesse vencer a morte e ressuscitar. Ela chorava a morte de Jesus, que amava. Imagine-se o susto que Maria Madalena tomou ao reconhecer Jesus, vivo. Depois de ter assistido todo o sofrimento do Mestre e Sua morte na cruz. Maria Madalena acompanhou toda a Paixão de Cristo. Ela esteve com Ele, fisicamente, por várias vezes antes disso, e O conhecia bem. Ouviu a Sua voz. Tocou Nele. Viu a Sua face. Mas não O reconheceu de imediato no momento do verso.

Alguns diriam que ela estava triste demais para reconhecê-Lo. Outros, talvez, que ela estivesse “fora de si”, perturbada, com a perda de seu Mestre (Rabôni). Poder ser. Aliás, pode ser um pouco de tudo, ou tudo. E ela acabou reconhecendo o Senhor Jesus. Esta história envolvendo Maria Madalena muito tem a nos ensinar. O fato é que nós mesmos, muitas vezes, não reconhecemos o Senhor Jesus em nossos caminhos. Não percebemos as mãos Dele em nossas vidas. Encaramos dias difíceis e pensamos que Deus se esqueceu de nós. Olhamos para o túmulo vazio e nem sequer os anjos vemos. Instala-se em nós a tristeza e o desespero, porque nos sentimos impotentes diante de variadas situações. Quando algo não sai como esperávamos; ou quando somos contrariados; ou quando alguém próximo e querido falece. Planos e expectativas frustrados. Quando nossas coisas dão errado e não vão bem. Muitas vezes não percebemos Jesus em nossas vidas. Pode acontecer, ou não? Ou melhor: acontece? Sim, acontece.

Há dias e situações, momentos e ocasiões, nos quais ficamos tão alheios à presença de Deus e de Jesus, do Espírito Santo em nós, porque o desespero e a frustração tomam conta de nossos ânimos. Faz parte da natureza humana essa falta de fé e de confiança. É normal, pode-se dizer, até. Mas não devemos nos entregar a essa condição, porque ela é falsa. Jesus nunca nos abandona. Ainda que não percebamos Sua presença, ou de Seus anjos, Ele está sempre conosco. Emanuel = Deus conosco. O túmulo está vazio porque Jesus venceu a morte, e foi alçado aos Céus, posto à destra de Deus Pai. O Poder que vence a morte está ao nosso lado. O Mestre vive, experimentou a morte, e a venceu. Por nós. Jesus jamais deixa que um só se perca. Disse Jesus, quando estava entre os homens: E esta é a vontade daquele que me enviou, que eu não perca nenhum de todos os que ele me deu, mas o ressuscite no último diaJoão 6: 39. Jesus jamais desampara um filho de Deus. Se nos achegamos a Jesus, e com Ele estamos de coração, temos Sua promessa de que Ele está sempre conosco. Aliás, Ele mesmo disse:… certamente estarei convosco todos os dias, até a consumação do séculoMateus 28: 20, 2.ª Parte.

TODOS OS DIAS Jesus está e estará conosco. Nesta vida e no momento de nossas mortes, e depois disso. Até a consumação deste século, até o final dos tempos, e eternamente. Infelizmente é do “ser” ser humano ter “crises de fé” e não enxergar o Senhor em nossos caminhos. Mas nós, que entregamos os nossos caminhos, a nossa vida, a Deus Pai, por Jesus, precisamos ter em mente, racionalizar até, que o Senhor nunca, NUNCA, nos abandona: Ele está sempre conosco. Maria madalena não percebeu Jesus naquele átimo de tempo histórico, no qual o Mundo Espiritual devia estar parado, em suspenso, suspense, “congelado”. Tudo bem, não foi por mal, muita emoção envolvida, e Maria Madalena era carne, como nós. Mulher de Deus que falhou, como nós falhamos muitas vezes, em perceber Deus e Jesus do nosso lado, em momentos sensíveis e delicados, de sofrimento e angústia. Serve este texto para nos dizer que Jesus e os anjos estão lá (sempre), nesses momentos difíceis, mesmo que nós deixemos de dar conta disso. Que não haja desespero em nós, em nenhuma circunstância, porque Jesus está conosco. Ponto. Verdade absoluta. Não percamos nós isso de vista. Não soframos a toa. Escrevamos na tábua do nosso coração os seguintes dizeres, com letras “garrafais”: Confia no Senhor de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento; reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredasProvérbios 3: 5 e 6. Deu pra entender? Reconheça-O em TODOS os teus caminhos. Pois Ele está e estará neles. Em TODOS. Sempre…

© Amor-Perfeito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: