Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Atos 13: 30.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Mas Deus o ressuscitou dentre os mortos” – At. 13: 30.

O que incomoda você neste exato momento? O que te aborrece? Quais são as suas frustrações? Que tristeza é essa dentro de você? Quantas são as suas inquietações? A vida é cheia de embaraços e desassossegos, é verdade, mas Ele vive. Jesus vive! Vive em mim, vive em você, e está em todo lugar. O Mestre morreu e Deus O Ressuscitou dos mortos, para nos dar vida e nos resgatar, em primeiro lugar, mas também para nos proporcionar esperança quanto ao futuro. Paz hoje, agora, paz amanhã. O Senhor “habita” no nosso futuro. Dos pequenos aos grandes e insolúveis problemas, todos estão nas benditas mãos do nosso Criador, por Jesus. E tudo passa. Inquietudes são absolutamente normais, e virão, com toda certeza, no decorrer de nossas vidas. Ninguém escapa disso. Questionamentos e “crises existenciais” hão de nos alcançar no caminho, várias e várias vezes, do começo ao fim, até o ocaso de cada um, mas graças a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor. Aleluia!

Escrevo este texto num dia em que me achei triste. Um sentimento ruim me assolava dentro do peito, e chegava a senti-lo como uma pequena dor, constante, no coração. Confesso que não gosto de uma “situação” que vem ocorrendo comigo já faz algum tempo: tenho sentido a “dor” dos outros. E tenho motivos para isto. Talvez isso signifique “ser cristão”, quero dizer, “sofrer a dor alheia”, não sei. Penso que isso é um bom sinal, nesse sentido, mas é um sinal bastante incômodo. Dói. As mazelas de familiares, amigos, colegas, conhecidos, desconhecidos, povos, línguas e nações, da Humanidade, fazem de mim alguém irremediavelmente entristecido e tenso. Não sei se a tristeza de “hoje” é essa ou é minha mesmo, fruto do meu egoísmo ou mesmo de algum tipo de doença, fato é que me sinto triste para com o Mundo, e isso acontece sempre. Preciso dizer que tenho cada vez menos fé nas pessoas, e apenas permanece hígida e firme a minha fé em Deus Pai, por Jesus. Posso estar certo ou errado, não discuto isso, mas invoco em minha defesa o texto Bíblico de Salmos 118: 8 e 9. Porém, isso não me impede de ficar… Triste! Como disse: dói. Dói!

Honestamente, eu “ando” bem ultimamente, em praticamente todas as áreas da minha vida. Qualquer pessoa poderia dizer que eu não tenho motivos para ficar triste. Poderia até me acusar de ser ingrato para com o Senhor por isso. Mas não é esse o caso, de verdade, eu não ando triste com Deus, com Jesus, com o Espírito Santo e/ou com o Reino de Deus. Creio que o que me entristece é o meio em que vivo, e antes de ser contestado, falo daquilo que imagino como sendo injustiças que sofro e das injustiças praticadas/ocorridas não só à minha volta, mas igualmente mundo afora. Enfim, de desgraças e desventuras, no geral. Outro dia, por exemplo, me deparei com um comentário depreciativo de um pastor sobre o Halloween. Não me preocupa o Halloween, porque a Bíblia me diz que eu, que estou em Cristo, estou protegido do mal (1 João 5: 18), e eu confio nisso de forma integral. Mas eu só toquei nesse assunto porque pra mim, ao menos, o Mundo está mais para Halloween do que para qualquer outra coisa. O que vemos por aí? E nos noticiários? Somemos a isso todas as coisas tristes próximas de nós? Com essas coisas me entristeço, tristeza crônica.

Contudo, preciso dizer a quem possa interessar que também fico triste sem motivo, amargurado e “azedo”, depressivo, mas devo lembrar-me de que “Deus o ressuscitou dentre os mortos”. Fico inseguro quanto às incertezas do futuro, como qualquer semelhante meu, aliás, e logo me vem à mente: “Deus o ressuscitou dentre os mortos”. Triste me encontro, por vezes, com situações de injustiça comigo, com outros ou por conta de situações ruins de pessoas que amo, e, de novo: “Deus o ressuscitou dentre os mortos”. Assisto a um noticiário, leio um jornal, navego pela internet, assunto, e só encontro notícias horríveis, na proporção de oito/nove péssimas para uma/duas boas, ou mais ou menos, ou fúteis, mas ressoa em mim: “Deus o ressuscitou dentre os mortos”. Para qualquer coisa desagradável, no meu íntimo “ouço” o grito: “Deus o ressuscitou dentre os mortos”. Medos e inseguranças, e no meu ser reverbera a máxima verdade: “Deus o ressuscitou dentre os mortos”. Acaso esteja sozinho, “eu comigo mesmo”, sentindo-me só, de “baixo astral” (com o perdão da expressão), amiúde cabisbaixo, com depressão, e no âmago um incessante brado de vitória surge: “Deus o ressuscitou dentre os mortos”. Como você se sente agora? Ok, o que seja, “MAS DEUS O RESSUSCITOU DENTRE OS MORTOS”Atos 13: 30. Pronto! Já me sinto “melhorzinho”…

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: