Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

1 Timóteo 6: 6.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“De fato, é grande fonte de lucro a piedade com o contentamento” – 1 Tm. 6: 6.

Quem verdadeiramente se condói com a eventual falta de recursos alheia, “abre a carteira”. Quem “sofre” em seu íntimo com a pobreza de seus semelhantes, contribui para diminuir ou atenuar esse estado. Isso é piedade. Ser piedoso não é apenas ter pena de alguém, mas, sim, dentro do possível, é a prática de algum ato concreto para minimizar a “dor” do outro. Em suma, é a efetiva “conjugação” do verbo “dar”, ensinada por Jesus, que disse: “Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber” (Atos 20: 35). Mas há um requisito essencial nisso: dar, doar, contribuir e similares, sem contentamento, é o mesmo que nada. Pode até ajudar a terceiros, mas não há utilidade ou ganho pessoal para a pessoa que praticou o ato. Não é “fonte de lucro”.

Talvez pareça um pouco estranho dizer que há “lucro” nos atos de piedade, ainda mais se levarmos em conta a expressão “fonte de lucro”. Lucro é sinônimo de receita livre, de ganho, de entrada, de enriquecimento; e ao dar alguma coisa a alguém algo sai do patrimônio da pessoa, e esse acervo de bens e riquezas diminui, logo, se há diminuição, como pode ser tal prática comparada à “fonte de lucro”? A resposta é simples, sobremaneira porque a literalidade do verso não condiz com seu real significado. Este é um dos mistérios espirituais de Deus, com toda certeza. Trata-se de um “investimento” no Reino de Deus, cujo objetivo maior é o conforto e o atendimento das necessidades do outro, sem falar no sorriso de satisfação no rosto do Pai. É imprescindível, pois, haver contentamento interno na pessoa que age com piedade.

A Bíblia Sagrada tem várias passagens sobre esse tema. Creio que a mais icônica seja a história contada por Jesus, da oferta da viúva pobre no gazofilácio do Templo, em Jerusalém (Lucas 21: 1 a 4), pela qual aprendemos que “duas moedas” com o estado de espírito certo, com o coração reto, valem infinitamente mais do que grandes quantias, doadas pelos motivos e interesses errados. E há diversos trechos Bíblicos que nos levam a crer que se trata e se fala mesmo de uma Lei Espiritual. Um verso do qual gosto muito, e que atesta essa ideia, diz assim: A alma generosa prosperará; o que regar também será regadoProvérbios 11: 25. Generosidade não combina com avareza, tampouco com avidez pelo lucro ou por bens materiais e riquezas; quem “rega”, “rega” de forma despretensiosa, livre de segundas intenções, procurando simplesmente fazer aquilo que é certo e esperado de um cristão, cônscio, também, de estar agradando a Deus Pai. Ah, e agradar a Deus, nosso Senhor, ora, isso sim é pura “fonte de lucro”.

Que imensa satisfação nos invade quando agradamos o Senhor de nossas vidas. A alegria deve estar presente no interior que quem doa ou se doa em prol de alguma alma necessitada. O contentamento precisa ser a principal razão daquele que age com piedade. Caso contrário, piedade não é. A realidade mundana não admite o raciocínio de que dar “aumenta o patrimônio”; os verbos que representam essa realidade são “reter” e “acumular”, o máximo possível. Somente a “loucura da pregação” do Evangelho de Jesus admite a outra interpretação, de que rico é quem dá e não quem recebe: Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber Atos 20: 35, 2.ª Parte. O “tesouro” guardado e acumulado no coração humano, por atos de piedade e de fraternidade, vale mais do que todas as riquezas de todos os cofres existentes juntos, de toda riqueza material deste Mundo, e com eles sequer pode-se fazer a mais singela comparação. O contentamento é, pois, bem precioso; a piedade, uma obrigação. No âmago da pessoa, tudo isso “junto e misturado” é bendita “fonte de lucro” imaterial, espiritual, material, sem igual, sem preço, impagável, adorável… E eterna.   

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: