Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Esdras 6: 22.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Celebraram a festa dos pães asmos por sete dias com alegria, porque o Senhor os tinha alegrado, mudando o coração do rei da Assíria em favor deles, para ajudá-los na obra da casa de Deus, o Deus de Israel” – Ed. 6: 22.

Existe um contexto em relação ao verso acima transcrito, e a história dele extraída é bastante bonita e interessante. Trata-se de uma espécie de “redenção” do Povo de Deus, com a reconstrução de Jerusalém e a permissão de volta às suas origens e tradições. Talvez exista um “preço a pagar” pelas coisas e escolhas erradas que fazemos na vida, mas a boa notícia é que Deus nos perdoa e nos dá a chance de sermos resgatados, de arrumarmos a “bagunça” (de um modo ou de outro…). Com isso, depois de “cumprirmos certa pena ou castigo”, de encararmos as consequências advindas de nossos atos, nós, redimidos, recuperamos o que foi perdido, ou parte disso, ainda que com novas possibilidades e horizontes, e, finalmente, podemos seguir adiante. Esse parece ser o primeiro e bendito aspecto que nos ensina este trecho Bíblico, cuja leitura integral vale muito, visto que nos mostra todo o aludido contexto.

Mas a parte mais linda e marcante do verso é a que nos mostra o mover de Deus. Esse “mover de Deus” ocorre de forma ininterrupta através dos tempos, e é fantástico quando o vemos de forma pontual, como neste caso. Nós aqui, milênios a frente de Esdras e do episódio ocorrido, também vivemos e experimentamos o “mover de Deus”, muitas vezes de forma muito parecida com a do verso: “…, porque o Senhor os tinha alegrado, mudando o coração do rei da Assíria em favor deles, (…)”Esdras 6: 22. O Senhor, sendo o caso, muda o coração das pessoas à nossa volta, para o nosso bem. Deus Pai faz isso ao atender uma oração nossa, um pedido, ou simplesmente por ver o nosso desespero e/ou aflição em relação a alguma coisa. Ele muda o coração de um familiar, de um chefe, de uma autoridade qualquer, de um amigo ou colega, de quem quer que seja, para nos trazer um pouco de conforto e justiça.

Muitas vezes nós nos encontramos em situações difíceis, e nos vemos pressionados e “sem saída”. Em outras situações, qualquer escolha nossa nos levará a um resultado ruim, mais ou menos aquilo que nos ensina o ditado popular “se correr o bicho pega, se ficar o bicho come”, ou aquele outro: “entre a cruz e a espada”. Não raras vezes, a brusca e inesperada mudança de mentalidade e de pensamento de alguém envolvido em determinada coisa, de repente nos livra imediatamente de passarmos por apuros, e nos alivia. Deus Pai é o responsável por essas “mudanças repentinas de marés e de ventos”, e faz isso para que possamos “inflar as velas de nossos barcos e navegar em paz”. Claro que isso não ocorre sempre, pelo menos, não às nossas vistas, mas, creio eu que o Senhor intercede por nós o tempo todo, segundo Seu critério divino, que não alcançamos. Crença minha, como dito, mas convido você a crer comigo.

Que o Senhor muda corações, ora, acho que disso ninguém duvida. O meu, por exemplo, Ele mudou completamente. O seu, provavelmente, também. Se Ele conseguiu mudar os nossos corações, de tantos conceitos equivocados e preconceitos, da maldade inata e inconsciente – instintiva, além de infundir Sua sabedoria e amor em nós, não seria relativamente fácil para Ele mudar o coração de qualquer pessoa, até de um incrédulo? Peço licença para que o Rei Salomão nos responda: Como ribeiro de águas é o coração do rei na mão do Senhor; a tudo o que quer o inclinaProvérbios 21: 1. Ora, se o Senhor muda a vontade do rei, o maioral na escala social humana, Ele muda o coração de qualquer um e de quem Ele quiser. Simples assim! Até no controle dos instintos dos animais o Senhor interfere: vide o caso de Daniel na cova dos leões (Daniel, Capítulo 6). E até no poder destrutivo dos elementos: vide o caso de Sadraque, Mesaque e Abede-Nego e a fornalha de fogo ardente (Daniel, Capítulo 3). Logo, se a demanda for justa, e for vontade de Deus para a vida de alguém, com ou sem pedido nosso, Ele muda o coração “do rei da Assíria”, em nosso favor. Seja lá quem for esse “rei da Assíria”, a nos incomodar e embaraçar. Certo é, no entanto, que cada um tem o “seu”, ou melhor: os “seus”…

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: