Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

2 Crônicas 20: 12.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Ó nosso Deus, não os julgará? Pois em nós não há força perante esta grande multidão que vem contra nós. Não sabemos o que fazer, mas os nossos olhos estão postos em ti” – 2 Cr. 20: 12.

Você já se deparou com uma situação, aparentemente “sem saída”, na qual simplesmente não sabe o que fazer? Tem aquelas (situações), também, que, segundo o dito popular, “se correr o bicho pega, se ficar o bicho come”, ou seja, igualmente “sem saída”. E “entre a cruz e a espada”? Já? E as perdas de entes queridos? Pode ser até mesmo a perda de algum animal de estimação, já sofreu com isso? A vida é assim; a vida nos coloca diante de situações que nos parecem sem solução, e outras tantas incontornáveis. Essa parecia ser a situação do rei Jeosafá e do povo de Judá. Uma multidão vinha de encontro a eles, para destruí-los, e eles não tinham forças para conter essa ameaça séria e real. Forças humanas, claro. Tal peleja foi travada no Deserto de Tecoa, e o Senhor Deus os livrou sem que nenhum deles fosse sequer ferido. O adversário era composto por três povos, e eles se mataram por incitação de Deus, destruindo-se mutuamente. Livramento do Senhor, sem qualquer ato de guerra por parte do povo de Judá. Nenhuma flecha foi lançada.

Isso acontece no decorrer dos tempos (conosco, inclusive), quando Deus Pai diz aos Seus filhos que a peleja é Dele, não deles, não nossa. Muitas das vezes (talvez, a maioria), a solução dos problemas que faceamos exige de nós condutas concretas, atos materiais, desgastes físicos e mentais. Afinal, o Reino de Deus deve ser conquistado com esforço, nos ensina a Bíblia Sagrada. Porém, há situações nas quais nós devemos agir como Jeosafá e o povo de Judá: apenas “colocar os nossos olhos” no Senhor. Em suma: esperar Nele, com fé. Outro ditado popular afirma que “o tempo cura tudo”. E é verdade, em parte, porque nós temos memória, nostalgias e recordações, mas isso é outro assunto. O que nos interessa, por agora, é saber que Deus é o único que se movimenta no tempo sem ser dele refém, sem sofrer sua ação, e, ainda, controlando-o integralmente. Logo, se o tempo cura tudo, é graças ao Senhor que se move em nós e nas situações, quando esperamos Nele, e faz com que nós superemos as nossas dificuldades, mesmo as ditas incontornáveis (de um jeito ou de outro…).

É maravilhoso quando “ouvimos” de Deus que tal e qual peleja são Dele, não nossas, à semelhança do que disse o Senhor a Jeosafá e ao povo de Judá (2 Crônicas 20: 15). Nem sempre será assim, contudo, e nossa parte é discernir essas ocasiões. Algumas delas nós facilmente aferimos pela razão, e esperamos em Deus. Noutras, nas quais há espaço para agirmos, pela fé entregamos a situação a Deus, e esperamos Nele. Nesses casos não pode existir negligência nossa, nenhuma, nada, mas tão somente se desenrolará assim se tivermos certeza de que o agir de Deus é a melhor indicação para a solução do problema. Ter intimidade com Deus é uma premissa inafastável para que possamos com acerto tomar essa decisão. E Ele nos estimula a orar, por Jesus, que é o mesmo que ter uma conversa “ao pé do ouvido” com Ele. O Senhor, em resposta, “fala” aos nossos corações, e isso por vários meios, sendo certo que sempre existe a possibilidade de que Ele tome para Si qualquer “peleja” de Seus filhos, qualquer “perrengue” nosso. Deus é Pai, certo? Por que não pode, então, nos ajudar, vez por outra?

Mais do que isso, entretanto, essa é a natureza e o caráter do Senhor: zelar e cuidar de Seus filhos, em amor, por Jesus. Por isso, não importa o tamanho do nosso problema, se é uma “multidão” que vem contra nós, ou se é um “Golias” querendo “briga”, o que vier, não importa, tudo o que devemos fazer é confiar em Deus, e Nele esperar. Se a “coisa” vai além das nossas forças, meramente humanas, ora, então, que seja o Senhor a pelejar por nós, ou nos completar com a força necessária, nos capacitando para a “luta”. De todo modo, Ele sempre está conosco. A vida não é fácil, e, bem, quem disse que seria diferente disso. Brincando um pouco com as palavras, os SEALs (Forças Especiais da Marinha Norte-Americana) têm um lema bastante interessante: “O único dia fácil foi ontem”. E agora, falando sério, se hoje está difícil, que seja um dia na presença do Senhor. Até porque, Ele esteve conosco ontem, está conosco hoje, e conosco Ele sempre estará, amém! Que venham, pois, as “pelejas!

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: