Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Salmo 12: 8.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Os ímpios circulam por toda a parte, quando o que é vil é honrado entre os filhos dos homens” – Sl. 12: 8.

O Salmista é, sem dúvida, um bom observador. Ele fala, pelo verso, de uma consciência coletiva, de um senso geral e comum, que, muitas vezes, nós sequer percebemos que estamos nele inseridos, que estamos “no mesmo barco”, ou seja, “caminhando com a manada”, no mesmo espírito. Trata-se de uma constatação, de um fato. Nossa caminhada cristã é feita em um mundo hostil e contrário aos preceitos do Reino ao qual pertencemos. Somos minoria, apenas uma parcela da Humanidade, e pelos rudimentos mundanos a maioria prevalece, sempre (pelo menos, por aqui). E dentre os cristãos certamente há pessoas piores do que entre os que não o são (cristãos). Gente ruim tem em toda parte. Temos de nos conformar, pois, com as coisas como elas se nos apresentam, sendo certo que muitas dessas coisas nós não temos como mudar ou mesmo influenciar. Resignação é uma boa conduta, mas nunca o conformismo.

Na verdade, temo que o conformismo “afrouxe” as nossas ideias e convicções, e isso não é bom. Nós cremos em Deus Pai, por Jesus, mas vivemos em meio ao caos da vida na carne, dentro do qual vemos de tudo um pouco. Nós mesmos acabamos nos acostumando com o que é vil, muitas vezes, a ponto de nem mais “darmos bola” para certas coisas, que se tornam corriqueiras. Exemplo singelo disso pode ser algo como o Mandamento de Deus “Não matarás!”, mas nós nos “divertimos” vendo um filme policial ou de guerra, nos quais um monte de gente sofre e morre injustamente. Ora, é só um filme! É verdade, é só um filme. Porém, depois desse filme, nós nos levantamos do sofá ou da poltrona, seguimos adiante, e nem sequer ficamos chocados com as mortes e as injustiças que vimos, sendo certo que até concordamos com algumas, quando é o bandido que morre. Esse comportamento, socialmente aceito e comum, pode estar errado… Francamente, não sei.

As aparências também nos enganam, frequentemente. Conhecemos um cidadão rico, bem vestido, asseado e perfumado, e logo lhe damos honra. Mas nos encontramos também com uma pessoa pobre, vestida de forma sóbria, sem brilho algum e (adivinhe só?) lhe damos menor ou nenhuma importância. O primeiro pode ser um político corrupto com “sangue nas mãos”, e o segundo pode ser uma pessoa honesta e trabalhadora, além de piedosa e fraterna. Quem merece maior honra? Pergunta retórica, resposta na mente de quem lê. Logo, bem se vê que os nossos valores são e estão deturpados, e precisamos constantemente vigiar para não cometermos injustiça. Todos nós, e aqui não há exceções. Só que, de modo geral, o político corrupto comumente obtém mais honra do que o seu irmãozinho mais simples, do exemplo dado. Fácil aferir, pois, que os valores mundanos estão em constante conflito com os valores e as virtudes do Reino de Deus. E a partir dessa afirmação é que cada um de nós é obrigado a fazer as suas escolhas.

Fama, sucesso, poder, beleza, riqueza, posição social, dentre outros, são predicados que por si só atraem a honra para a pessoa que os possui. Esse é o erro crasso do nosso tempo, e de todos os tempos. Erro de julgamento. Para o Senhor, que não vê “cara”, mas coração, essas coisas todas, além de efêmeras, são desprezíveis. Não é errado ter em si mesmo qualquer um ou mais desses predicados; o equívoco é ser cheio de si por conta disso, ou só notar essas coisas ao julgar alguém, sem notar o ser humano. “Não julgue por aparências; um rico coração pode estar debaixo de um casaco pobre” – Provérbio Escocês. E eu disse no começo do texto que o Salmista era um bom observador, lembra? Bem, veja o quanto de ímpios que temos “circulando por aí”. Um sem número deles, não é? Isso é porque nós, os filhos dos homens, temos dado honra a quem não merece. Nós não podemos mudar o Mundo, nem o sistema no qual estamos inseridos, mas nós podemos e devemos mudar esse conceito em nós mesmos, nos nossos corações, e deixar de honrar aqueles que são vis. Eis aqui o nosso desafio, lançado está!

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: