Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Foto Imagem (Nos Braços do Senhor…)

.

FOTO IMAGEM

.

Correndo para os braços do Pai...

     Correndo para os braços do Pai…

 

O quadro acima foi pintado pelo famoso pintor holandês Vincent Van Gogh. A obra está exposta no Metropolitan Museum of Art, em NY, USAVan Gogh vinha de uma família de pastores e de negociantes de arte, principalmente. O pai dele era pastor (e seu avô também), e ele mesmo tentou se transformar em um, porém, sem sucesso. Mas ele conhecia bem a Bíblia Sagrada e chegou a trabalhar para Jesus, do jeito dele. Foi simpatizante ferrenho de Tomás de Kempis e de seu livro “A Imitação de Cristo”, o qual procurou seguir à risca por certo tempo. Assistiu, na Inglaterra, várias pregações do Pastor Batista e Pregador inglês Charles Haddon Spurgeon, a quem muito apreciava. Van Gogh era fluente em vários idiomas, dentre eles o inglês e o francês, e chegou a morar tanto na Inglaterra como na França. Outra característica marcante dele era a paixão pela arte e pelos livros, visto que era colecionador de estampas de arte e leitor compulsivo. O grande problema de Van Gogh era o fato de que ele, apesar de inteligente e culto, foi uma pessoa atormentada e aparentemente muito sensível, de modo que tinha sérios problemas de relacionamento com sua família (especialmente seu pai) e com todos que passaram por sua vida. Ele era difícil, marrento e intransigente.

Coisa que talvez poucos saibam é que a mãe de Van Gogh sempre estimulou seus filhos, desde crianças em tenra idade, a desenhar. E a arte para Van Gogh culminou por ser seu modo de expressão mais fácil. Apesar de desenhar desde pequeno, sua arte como a conhecemos hoje foi toda desenvolvida em um curto período de 10 anos, mais ou menos (justamente os últimos anos de sua vida). Ele resolveu ser pintor depois da tentativa frustrada de se tornar um pastor, e de passar alguns anos como tutor e professor, cujo principal ensino tirava das Escrituras Sagradas. E quando jovem, havia trabalhado com seu tio homônimo (irmão de seu pai), vendendo estampas de arte e pinturas de artistas da época, na galeria de arte Goupil & Cie., cuja sede ficava em Haia, na Holanda (mas, havia filiais em vários lugares, na Inglaterra e na França, inclusive). Antes de se dedicar à arte, Van Gogh ainda foi missionário na Bélgica, num lugar conhecido por Borinage, onde havia muitas minas de carvão (e nenhuma condição de vida digna, por menor que fosse), sendo essa a sua fase mais miserável, degradante e crítica. Tudo o que ele fazia, enfim, era de forma intensa e obsessiva, e essas eram características inafastáveis dele.

Fiz esse resumo por dois motivos. Primeiro porque Van Gogh é meu pintor predileto (gostaria de poder voltar no tempo, conhecê-lo e comprar um ou dois quadros dele), e o considero um irmão em Cristo, dada a sua inclinação por Jesus. Segundo, porque Van Gogh se expressava, como dito, por intermédio de sua arte, e o quadro acima tem um sentido além da imagem, belíssima, por sinal. Um duplo sentido, na verdade. Primeiro ele idealizava-se correndo para os braços do próprio pai, e sendo alegre e divinamente recebido, em festa e festejado, como na Parábola do Filho Pródigo, especialmente porque todos o viam como um problema e como uma pessoa problemática, seu pai, inclusive. E segundo, porque também significa correr em direção aos braços de Deus Pai, o que ele sempre fizera, notadamente nos momentos difíceis dele, que foram muitos, dado o seu gênio e temperamento. Entretanto, Van Gogh nos deixa, por sua arte e caráter, essa linda mensagem, pela qual nós aprendemos que devemos sempre nos socorrer do Senhor, seja nos momentos de alegria ou “nos dias cinzentos”, e correr para os braços Dele. Em suma: correr para os braços do Senhor em qualquer ocasião, o que significa dizer estar de contínuo em Sua presença. Boa lição, bom conselho, de uma pessoa comum, com um dom especial, que viveu, sofreu e morreu em Cristo Jesus: Vincent Van Gogh. Façamos nós o mesmo, pois, em Jesus. Assim seja.  

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: