Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Salmo 34: 14.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Aparta-te do mal, e faze o bem; procura a paz, e segue-a” – Sl. 34: 14.

Guardo comigo um testemunho de um amigo, de anos atrás, que me veio à memória quando li esse verso. Ele contava a todos que passava de motocicleta por certo lugar (a cidade em questão era pequena e o local pouco movimentado) e viu uma pessoa com o carro quebrado. Naquele exato momento, sua reação foi parar e oferecer ajuda. Ele havia se convertido recentemente, e esse seu ato o surpreendeu, pois dizia que noutros tempos ele passaria direto pelo próximo em apuros, com um provável pensamento de “se deu mal!” ou “não é problema meu, dane-se!”. Mas ele parou. Ele parou. E esse ato de parar “provou” a ele mesmo o fato e a realidade de que havia se convertido a Jesus. Ele pôde notar em si próprio uma mudança interna, uma transformação, e uma generosidade em relação a ele, dentro dele, antes inexistente. Foi um insight de que ele havia mudado, realmente.

Eu gosto muito dessa história, tanto assim que me marcou e resistiu ao tempo na minha lembrança, visto que deve ter ocorrido há uns 15 anos atrás, pelo menos. A inusitada preocupação com os seus semelhantes, que invadiu o âmago desse meu amigo, tem origem clara e flagrante: o amor de Deus. Ora, o ser humano, qualquer um, tem em si mesmo uma “sementinha do mal”, que lhe é inerente, inata, aliás. Nem mesmo aqueles que entregaram as suas vidas a Jesus Cristo estão livres dela. A Bíblia Sagrada não mente, e está escrito nas Escrituras que: … todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus,…Romanos 3: 23. E diz ainda a Palavra de Deus que não há um justo sequer entre nós (Romanos 3: 10 a 18). Todos nós estamos, sem exceções, debaixo do pecado (Romanos 3: 9). O sábio Rei Salomão constatou isso e se expressou com firmeza, nesse sentido: Não há homem justo sobre a terra, que faça o bem e nunca pequeEclesiastes 7: 20.

Essa é a verdade, nua e crua, como se diz, comumente. Mas há a verdade do verso, que nos traz esperança e bons conselhos. Apesar de a realidade ser esta, sem dúvidas, quando nos entregamos a Jesus Cristo e nos aproximamos de Deus Pai, “coisas” extraordinárias acontecem. O Senhor Jesus regenera e restaura corações. Esta é uma das muitas “especialidades” do Mestre. Costumo dizer que um milagre acontece quando alguém se converte a Jesus. Eu creio nisso. Mas Jesus nos diz que esses “milagres” (ou sinais) não parariam de acontecer, a partir de então, da conversão (Marcos 16: 17 e 18). Logo, em nossas essências (João 7: 38) e ao nosso redor, “coisas” extraordinárias continuarão acontecendo, até o Dia de Cristo Jesus.

E a verdade do verso nos diz que podemos controlar, com a ajuda do Espírito Santo em nós, de Deus Pai no Céu e do bendito Emanuel (Deus conosco – Jesus), essa tal “sementinha do mal”. Espalhados pelo Manual da Vida (a Bíblia Sagrada) estão estabelecidos e “fincados” pela Eternidade afora (Mateus 24: 35), inúmeros conselhos e admoestações para que isso se torne a nossa realidade pessoal. Não há um justo sequer neste Mundo, por certo que não há, mas há a possibilidade de a pessoa ser justificada pelo Senhor. Essa condição se dá ao optarmos por seguir o Senhor Jesus Cristo de Nazaré, Rei dos reis e Senhor dos senhores. Como dito, os conselhos e admoestações são muitos, porém, um bom começo, logo de saída, nos seria observar os ditames do verso que deu azo a esta reflexão: “Aparta-te do mal, e faze o bem; procura a paz, e segue-a”Salmo 34: 14.

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: