Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Provérbios 15: 31.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“O que dá ouvidos à repreensão da vida, no meio dos sábios fará a sua morada” – Pv. 15: 31.

Não é só a interação entre pessoas que nos ensina. Também não é só o que acontece conosco, que nos faz parar para pensar. Fatos da Natureza e fatalidades fazem parte de nossa realidade, ainda que ocorram léguas de distância de onde habitualmente vivemos. E a globalização potencializa tudo isso. O Planeta Terra ficou pequeno com o advento de toda tecnologia disponível. Porém, muitas das vezes, aquilo que deveria nos aproximar se torna causa de distanciamento. Este é o cenário de hoje, mas é certo que sempre a vida foi fonte de ensino às pessoas, especialmente as repreensões.

Não estou bem certo sobre o acerto da máxima “aqui se faz aqui se paga”. Eu acho que muita gente vai pra cova, “devendo”. Isto é, embora façam muitas coisas erradas, e não deem atenção às repreensões da vida, vivem bem, ou razoavelmente bem. Qualquer pessoa honesta, mesmo pregadores do Evangelho, tem o dever de dizer a verdade: há muita injustiça na vida. E nem sempre essas injustiças são corrigidas ou “vingadas”. Só que eu não canso de afirmar que Deus não tem nada a ver com isso: são os homens e seus anseios e vaidades que causam essas situações todas. A natureza humana é a causa de todas as injustiças.

Qualquer pessoa, no entanto, “melhora”, e bem, quando se coloca diante de Deus Pai, por Jesus. Aliás, as repreensões da vida nem precisam do Senhor para nos ensinar. Por elas mesmas nós já devíamos nos emendar. Claro que Deus está por detrás de todas as coisas, mas a vida ensina mesmo aqueles que O desconhecem ou que com Ele não querem andar. Muitas vezes, pois, nós nos lançamos em nossas vidas meio que sem consciência, e as consequências de nossos atos nos mostram o caminho errado. Pior são as condutas deliberadas, cujas consequências são frequentemente mais duras. E ainda há o “azar” nos rondando. Assimilar, portanto, as repreensões da vida é agir com sabedoria. Como se diz por aí: “errar uma vez, tudo bem, mas persistir no erro, ou repeti-lo, é burrice”.

Quem está em Cristo já se pode considerar sábio. E geralmente está rodeado de sábios, que também O amam. Mesmo assim, nem o sábio escapa da repreensão da vida, que alguns até chamam de castigo de Deus. O Senhor não poupa Seus filhos de serem repreendidos pela vida. Ora, a repreensão da vida faz parte da vida. Se alguém comete ato falho, que aguente o tranco das consequências. O modo como nós enfrentamos essas consequências é que fará toda a diferença. Isso nos dirá se nos classificaremos como sábios ou estultos. Muitas repreensões da vida se traduzem em experiência. Ganhamos experiência com os nossos erros. Isso é normal e esperado, mas não podemos deixar de vigiar os nossos atos, justamente para evitar equívocos, ou repetições de condutas inoportunas. Nós, que estamos em Cristo Jesus, não podemos nos furtar de sofrer as repreensões da vida. Nossa vantagem é uma única só: podemos sofrer as consequências de nossos erros na diante de Deus Pai. E Ele espera que aprendamos com as repreensões da vida, com contrição e humildade.

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: