Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Filipenses 1: 6.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até o dia de Cristo Jesus” – Fp. 1: 6.

Ninguém é perfeito!” – Quem ainda não ouviu esta afirmação? Ou “errar é humano”? Pois é, ninguém é perfeito e todo mundo erra. São mesmo verdadeiras ambas as sentenças. Espelham a realidade, nua e crua. A vida é dinâmica e permeada de escolhas e decisões. Muitas vezes nós temos que fazer uma opção ou agir de certo modo sem termos tempo de pensar ou refletir. Assim é que os equívocos mais comuns aparecem. De outra banda, por vezes, nossos vícios e compulsões nos dominam e vencem, e lá vamos nós por alguma vereda errada. C’est la vie…   

Mas não precisamos ser fatalistas: há maneiras de se errar menos e de diminuir as nossas imperfeições. Nunca ao máximo, claro. Digamos, um bom e razoável “meio termo”, sem extremos. Os extremos são, aliás, em sua maioria, nocivos. Para que isso aconteça, pois, o ser humano precisa ser observador de si mesmo. Necessita se colocar em autoauditoria frequente. Dominar as obviedades. Ter humildade de aprender com os próprios erros. E evitar cometê-los segunda vez. Policiar-se, com presença de espírito e bom senso. Reconhecer seus deslizes e se desculpar, quando possível. Corrigir-se, e atenuar os efeitos e consequências de seus errôneos atos e condutas, se der. Tudo isso exige bastante esforço e redobrada atenção de cada um de nós, porém, podemos fazer isso tudo com um bom Colaborador ao nosso lado.

E isso nos remete a uma pergunta: Quem começou boa obra em nós? A resposta é direta e simples: Deus Pai, por Jesus. “Boa obra” é uma boa definição para o relacionamento que travamos com o Senhor, cujo ponto de partida se dá com a nossa conversão a Ele, por intermédio de Cristo Jesus. “Boa obra”, pois, é a nossa vida cristã, na qual jamais estamos sós. Temos o Senhor no Céu, o Espírito Santo em nós, e o Senhor Jesus sempre por perto, intercedendo por nós (Emanuel – Deus conosco). Isso não torna a nossa vida perfeita, nem nos impede de cometermos erros, mas tudo fica mais fácil, visto que é o Senhor Deus quem perdoa os nossos pecados e nos completa. E os ensinos cristãos, acervo bendito, nos modificam sempre para melhor.

Assim é que nós não somos perfeitos (nunca seremos), mas Deus Pai nos aperfeiçoa a cada dia. O Senhor nos ajuda com os nossos erros, pois bem conhece a natureza falha do ser humano, criação Dele. Reflete bem isso o pensamento de Mário Sérgio Cortella, que diz “A frase ‘errar é humano’ não é uma justificativa, é uma explicação”. O verso nos quer dizer, pois, que andaremos com o Senhor durante toda a vida, sendo certo que Ele estará conosco sempre, tal qual nos ensina a Parábola das Pegadas na Areia: se houver apenas uma trilha de pegadas na areia, significa que Ele nos está carregando. Lindo demais! Portanto, Ele jamais nos abandona. O dia de Cristo Jesus é o instante no qual Ele nos recolhe em Seu seio. O Senhor nos enviou Jesus para que o Mestre salvasse o Mundo (João 3: 16). A salvação de nossas almas está em Cristo Jesus, e em ninguém mais. Ser remido (salvo) pelo Senhor é, pois, a plenitude do aperfeiçoamento da boa obra que Ele começou em nós, cujo início se deu em algum venturoso momento de nossas vidas, no qual nos entregamos a Ele. A boa obra do verso transforma a morte do crente em vida eterna ao lado do Pai. Tenhamos por certo isto mesmo!

© Amor-Perfeito

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: