Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Salmo 26: 1.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Julga-me, ó Senhor, pois tenho andado na minha integridade; tenho confiado também no Senhor sem vacilar” – Sl. 26: 1.

É bonito de se ver a coragem (talvez, ousadia) e a pureza do Salmista em nós, quando pedimos ao Senhor que nos julgue. Se é que podemos fazer tal pedido… Ter e agir (sempre) com integridade é condição “sine qua non” para qualquer pessoa que se diga cristã. A frase do verso é linda, pois reflete a vontade de quem a profere de ser íntegro e de ser reconhecido por isso. Denota esforço pessoal de viver com integridade e de transparecer tal estado de espírito. De minha parte, eu acredito que exista, hoje em dia, uma expressiva e severa “crise de integridade”. Pra mim é incrível a facilidade com a qual as pessoas dão as costas para o que é correto e esperado, e se voltam de forma nefasta para o alcance de seus próprios interesses, não importando como sejam eles atingidos.

Fato é, no entanto, que sem integridade é impossível servir e agradar a Deus. Ser íntegro é ter coração puro, sem malícia, sem maldade, é se conduzir com sinceridade (com relação a Deus), e ser reto e justo, em todas as ocasiões. Por certo que tudo isso demanda trabalho e ninguém está isento de cometer erros. Contudo, identificados estes, eventuais erros, o que se espera de alguém íntegro será a assunção e a remediação, esta se houver possibilidade. A integridade nos faz encarar as consequências dos nossos erros, com arrependimento, peso de culpa e humildade. Aquele que não tem consciência disso não tem integridade, visto que a contrição e o remorso não lhe atingem.

O “pacote” básico da integridade (creio eu) é comum a todas as gentes, sem qualquer discriminação. Índole e caráter são coisas com as quais nós não podemos negociar. Ou existem, ou não existem, simplesmente. Pessoas de má índole e de caráter mau ou duvidoso, certamente não podem ser classificadas como íntegras. Essa condição é objetiva, e, por meu entendimento, se dá na base do “é ou não é”, e ponto final. Porém, há situações que são subjetivas, claramente subjetivas, nas quais não podemos ser tão rigorosos. É o caso de se medir a integridade de uma criança, de um doente mental, de um silvícola Etc. Todos terão índole e caráter, nos moldes acima indicados, mas há maior espaço para deslizes e equívocos, certamente. E é isso que se quer dizer, tão somente.

De todo modo, afortunada é a pessoa que pode fazer suas as palavras do verso. E tomar como seu o apelo e a súplica do Salmista a Deus. Quem assim age, não só demonstra que confia em Deus, como também mostra que O quer por perto, de verdade, seja lá o que Ele tiver de fazer na aplicação de Sua Justiça. Só o Senhor pode enxergar em nossos corações a nossa integridade; o restante das pessoas que convivem conosco ficarão apenas com indícios disso. Aquilo que se passa no coração humano e as virtudes que formam a pessoa estão à mostra, de forma explícita, apenas ao Criador. Assim é que a integridade é um “tesouro” oculto, um dos mais preciosos e caros, riqueza inigualável e sem preço, de quem a possui em si mesmo. Ou a tem, ou não a tem. Não é algo que se compre, ou que se adquira com alguma prática qualquer, ou por “pensamento positivo”. Não. A integridade está arraigada na pessoa, e dela não pode ser separada ou arrancada, visto que lhe é inerente. Bem-aventurado, pois, aquele que é íntegro e confia em Deus sem hesitar. Ao que não tem integridade em si mesmo: pobre coitado, que a Graça de Deus lhe cubra. Senão o Juízo, que lhe será um tanto pior. E o Senhor nos julgará a todos (sem exceções), de qualquer maneira, ainda que nenhum de nós Lhe peça isso. Portanto, feliz é aquele que de “peito aberto” pode clamar, sem titubear: “Julga-me, ó Senhor, pois tenho andado na minha integridade; tenho confiado também no Senhor sem vacilar”Salmo 26: 1. E dizer “amém!”.

© Amor-Perfeito

2 Comentários

  1. Glória a Deus, por isso, sabemos que temos um Deus a quem seguimos por toda a vida.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: