Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Provérbios 28: 14.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Bem-aventurado o homem que continuamente teme ao Senhor, mas o que endurece o seu coração virá a cair no mal” – Pv. 28: 14.

É o movimento constante, quando andamos de bicicleta, que evita a nossa queda. O princípio posto pelo verso tem o mesmo raciocínio, buscando identidade ilustrativa entre uma Lei da Física e outra espiritual. Se deixarmos de pedalar, salvo numa descida, primeiro perdemos o impulso, depois deixamos de ter o necessário equilíbrio e, finalmente, vamos ao chão. O que nos mantêm seguros numa bicicleta é a constância no ato de pedalar. Logo, o movimento constante é o responsável pelo equilíbrio e pelo deslocamento seguro, no caso de se andar de bicicleta. Sem movimento a bicicleta tomba para o lado, não é assim que acontece?

Claro que sim. Porém, refletindo bem, creio que este não seja mesmo o melhor exemplo para ilustrar o conteúdo do verso. Precisamos de algo mais extremo e radical, e nada melhor do que a comparação com o ato de respirar. O temor ao Senhor não é algo que se possa pôr de lado, tal como se faz com uma bicicleta. Esta tem sua serventia específica, e a aplicação de forças e esforço só se justifica quando nos vemos na ação de andar de bicicleta, não importando o motivo. Fora disso, é fato que a bicicleta fica encostada em algum canto, até surgir nova chance de aproveitá-la naquilo para qual foi inventada. Já com a situação de respirar, a coisa toda aperta, porque não nos é concedida a opção de respirarmos ou não. Eu pesquisei isso: um adulto saudável respira de 12 a 20 vezes por minuto. E se parar de respirar, morre. Ou está morto. Alguém discorda?

Por certo que não. E é fato de que nós não podemos “compartimentar” as diversas áreas das nossas vidas, e ter temor a Deus somente em algumas delas. Ou quando quisermos. Não é assim que funciona a coisa. O temor a Deus é um sentimento constante de reverência, respeito e amor a Deus. Em casa, na igreja, na escola, na faculdade, na rua, ou em qualquer outro lugar, nós devemos ser as mesmas pessoas que somos diante de Deus, e isso inclui ter o mesmo temor a Ele, sem variações, onde quer que estejamos. E eu acredito que o temor ao Senhor é diferente do amor Bíblico que, como já coloquei outras vezes, é uma atitude, e não um sentimento. Eu creio que o temor a Deus é um sentimento, talvez um dos mais nobres, algo que brota em nosso interior de forma natural, espontânea. Conhecemos a Deus, e nos apaixonamos por Ele. Por consequência, nasce em nós o temor a Deus Pai.

Em termos espirituais, quem não tem temor a Deus está morto (não respira). O temor do Senhor é uma fonte de vida, para desviar o homem dos laços da morteProvérbios 14: 27. O temor do Senhor conduz à vidaProvérbios 19: 27 – 1.ª Parte. O temor do Senhor precisa ser algo intenso e permanente em nós. Um manancial inesgotável de um misto de sentimentos de apreço e de gratidão pelo Senhor. O temor do Senhor é um zelo muito forte e presente, relacionado a tudo o que se refere a Deus, porém, extremamente agradável de tê-lo conosco (dentro de nós, como um sentimento e um comprometimento). Devemos a Ele, sempre, respeito e deferência em grau máximo. Instante a instante, sem cessar. Se alguém não experimentou ainda esse sentimento de temor a Deus, achegue-se a Deus (por Jesus), e peça a Ele essa graça. Conheça-O, e sinta por conta própria a satisfação de ser alguém que teme ao Senhor. Conselho meu: não morra sem ter essa consciência e experiência de sentir a emoção e o entusiasmo de ser pessoa temente a Deus. A ninguém deveria ser permitido se privar dessa sensação indescritível e inenarrável, que nos envolve e abraça, quando temos em nós esse sentimento único e precioso. E em caso de dificuldade, ore a oração do Salmista: Ensina-me, ó Senhor, o teu caminho, e andarei na tua verdade; unifica o meu coração para temer o teu nomeSalmo 86: 11.

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: