Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

1 Coríntios 15: 14.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Fazei todas as vossas obras com amor” – 1 Co. 15: 14.

Quando lemos ou ouvimos as palavras do verso, a primeira associação que comumente somos impelidos a fazer é a correspondência entre obra e trabalho. Mas a verdade é que a coisa toda tem uma amplitude bem maior do que isso, e tudo o que fazemos nessa vida é um tipo de “obra”. Assim, qualquer ação (ou omissão) nossa, qualquer coisa que devamos fazer ou não fazer, pela Bíblia Sagrada, nós podemos chamar de “obra”. Logo, todas as coisas, nesse sentido, planejadas ou não, se sintetizam em espécie de “obra”, e o nosso “agir” deve ser pautado no amor. O amor deve sempre integrar o modo de condução de cada um ao fazer qualquer coisa, não importa o quê.

O interessante nisso é que o amor do verso não é um sentimento. Ou não é só e simplesmente um sentimento. O amor do verso é uma atitude, que pode vir acompanhada de um sentimento. Isso explica muita coisa, visto que as pessoas geralmente associam o amor a um sentimento, e o tipo mais comum é aquele que se vê ocorrendo entre pessoas. Só que há um problema nisso: sentimento não é passível de controle, não se “doma” um sentimento. Logo, o Senhor não diria a todos nós para fazermos todas as nossas obras com amor, se este fosse um mero sentimento. Veja-se que não há lógica nisso, pelo contrário, a lógica e o bom senso nos dizem que o amor do verso é uma atitude deliberada e franca, uma vontade dirigida a um fim específico, algo que a pessoa adota como um objetivo certo e determinado. Daí é possível, sim, admitir a plausibilidade da ordenança do verso, sem contradições.

De outra sorte, tenho pra mim que o amor Bíblico é um misto de sentimento e de atitude. E eu digo isso porque um simples sentimento “brota” na pessoa, muitas vezes de forma involuntária, não querida, impertinente até. O amor Bíblico, especialmente aquele descrito em 1 Coríntios 13: 1 a 8 e em 1 João 3: 7 a 21, se estiver vinculado unicamente a um tipo de “sentimento”, anula, talvez, todos os Mandamentos contidos nos versos. Quem conseguiria, por exemplo, “nunca falhar” (“O amor nunca falha”1 Coríntios 13: 8 – 1.ª Parte), se estivesse ligado a algo que devia “sentir” no momento de agir ou de tomar uma decisão para agir, logo em seguida? A resposta honesta nos diz que só o “amor-atitude” poderia encarar esse verso como uma ordem de Deus.

O amor Bíblico, portanto, até pode ser em parte um sentimento, mas para pô-lo em prática com total segurança, certamente deve existir “nessa equação” uma boa dose de atitude nossa, em relação à concretização de seus melhores efeitos. Sem atitude não se pode visualizar nem esperar a efetividade total do amor Bíblico. E se este depender somente de um sentimento, bem, então, creio eu com toda humildade, que o insucesso é certo e prenunciado. De todo modo, o conselho do verso é excelente. Mas para que possamos ser vitoriosos nesse intento, precisamos “misturar” sentimento com atitude. Se faltar sentimento, o que bem pode acontecer em certas ocasiões, a atitude “segura a onda” tranquilamente, e nós agiremos com amor de um jeito ou de outro. Contudo, se o que faltar for atitude, e só o sentimento dominar a cena, o resultado é imprevisível. Pode até dar certo, mas nada é garantido. Portanto, a escolha é só nossa: nós devemos optar ou não por fazer todas as nossas “obras” com amor (amor Bíblico). Temos, por certo, o Livre Arbítrio de fazê-las como quisermos (cada cabeça uma sentença…), mas o melhor é ouvirmos a bendita voz de nosso Deus e Pai, e agirmos de acordo com ela, em amor.

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: