Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Deuteronômio 24: 16.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Os pais não serão mortos pela culpa dos filhos, nem os filhos pela culpa dos pais; cada qual morrerá pelo seu pecado” – Dt. 24: 16.

Muita gente por aí fala de “maldição hereditária”. Confesso que pra mim isso é bobagem, e também heresia. Todos nós estamos ligados às nossas respectivas famílias, por vínculos de sangue e de hereditariedade. Isso é verdade, e é imutável. Família não se escolhe: nós nascemos nela. Mas isso é pura Biologia, um ramo da Ciência que se distancia da espiritualidade, e com esta apenas tem em comum a Criação, visto que é o estudo das criaturas. Assim, falar em “maldição hereditária” como situação espiritual, além de desconhecimento das Escrituras e do Poder de Deus, é também uma nefasta e horrenda forma de manipulação. Manipulação dos fiéis pelo medo e pela culpa.

Falando sério: quem pode se colocar diante de alguém, seu semelhante, e dizer que o eventual infortúnio pelo qual passa é proveniente de atos e condutas de seus antepassados? Quem teria essa capacidade perante Deus Pai? E que culpa teria essa pessoa sobre esses atos e condutas, perpetrados, muitas vezes, antes de seu nascimento? Vidas passadas e espiritismo (reencarnação, mediunidade, carma Etc.) são visões e pontos de vista de outras religiões, totalmente estranhas ao Cristianismo em sua essência, e comumente contrárias ao conteúdo da Bíblia Sagrada (vide, a exemplo: 2 Samuel 12: 23; Hebreus 9: 27). Ora, se considerarmos que “morte”, além de morte física, é também “separação ou distanciamento de Deus” (no sentido espiritual), veja-se bem o que nos diz e ensina o verso acima transcrito: cada um responde (“morre”) pelo seu próprio pecado, pela sua própria culpa. Ponto final.

E esse “morrer espiritual” até pode coincidir com a morte física, porque o “morrer” com conotação espiritual é sofrer as consequências de seus próprios atos e condutas. Se a pessoa morre fisicamente sem o arrependimento e a conversão a Jesus Cristo, sofre, além da morte física, a “morte espiritual”. Só que a “separação de Deus” em relação a essa pessoa, pela Palavra de Deus, é definitiva (para toda a Eternidade…). A “morte espiritual” ocorre, pois, também em vida, quando nos colocamos em situações de pecado que nos afastam de Deus. Mas em vida ainda não há a definitividade, e para aqueles que já estão em Cristo Jesus há, ainda, a graça e a misericórdia de Deus, que os protege, de certa forma, e os afasta de uma separação total, dependendo do caso, ou caso a caso. Enfim, há “situações” e “situações”, para bom entendedor…

De todo modo, o máximo que podemos admitir sobre esse assunto se ajusta com a lógica. Se eu tenho um pai que não é correto em sua vida profissional, sua queda me causará transtornos e vergonha (“O justo anda na sua integridade; bem-aventurados são os seus filhos depois dele” – Provérbios 20: 7). Se eu tenho um irmão ou um filho com câncer terminal, essa situação me afetará. Se meus pais se divorciam, é natural que eu também vá sofrer algumas consequências. Alguém da família morre? Eu provavelmente sofro e choro. E por aí vai. Esses são apenas alguns exemplos do que pode acontecer conosco por conta de nossos vínculos familiares. Mas daí descambar para a tal da “maldição hereditária”, criando uma situação inexistente e Biblicamente impossível (especialmente pela natureza de nosso Deus e Pai), bem, tenho pena de quem se submete a essas coisas, e pavor de quem as prega. O juízo de Deus sobre estes últimos será terrível… A Bíblia Sagrada me diz e me ensina, literalmente: Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito, porque a lei do espírito da vida, em Cristo Jesus, livrou-me do pecado e da morteRomanos 8: 1 e 2. Com isso, por favor, alguém pode me dizer como se encaixa nisso tudo a possibilidade, ainda que remota, de existência em nossas vidas, da tal “maldição hereditária”? Se nós estamos livres do pecado e da morte em Cristo Jesus?

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: