Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Gálatas 2: 20.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Estou crucificado com Cristo, e já não vivo, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim” – Gl. 2: 20.

Profundas essas palavras do Apóstolo Paulo. Profundas, belas e reveladoras. Paulo era um homem de extremos. Tenho para mim que ele devia ser uma pessoa muito “intensa”, e bastante geniosa, com personalidade forte. Antes de viver para Cristo, no entanto, a Bíblia Sagrada nos conta que ele fazia oposição ferrenha a tudo o que era ligado ao Senhor Jesus, como Messias. E Paulo agia contra Jesus com a convicção absoluta, apesar de obtusa e cega, de que protegia o Reino de Deus (como se Deus precisasse de alguém para defendê-Lo…). Contudo, todos nós sabemos hoje em dia que, no início, ele agia com ferocidade na contramão dos interesses de Deus e de Sua bendita Obra.   

Assim, por certo que Paulo teve motivos de sobra para querer “estar crucificado com Cristo”. Ele judiou e maltratou de muitos cristãos, seguidores do Nazareno, consentindo até na morte de alguns deles, a exemplo de Estevão. Tudo isso em nome de Deus. Porém, quando ele descobriu seu equívoco, e se rendeu de coração ao Cristo de Deus, reconhecendo-O, sua vida deu uma guinada, mas ele teve de conviver com seus erros e abusos, inobstante a graça e o perdão de Deus que o cobriam. A “dívida” de Paulo era grande, mas maior foi a misericórdia do Senhor para com ele. No geral, assim é conosco, diga-se de passagem: a graça e a misericórdia de Deus Pai são sempre maiores do que os nossos erros, faltas e pecados.

Paulo disse que “Cristo vivia nele”. E essa era mesmo a realidade dele, e é a nossa também, visto que ninguém que conheceu o Mestre, e com Ele anda, permanece no mesmo estado anterior, de desalento e de ignorância (esta no sentido de desconhecimento). Quando Jesus entra na vida de qualquer pessoa, ocorre uma revolução de valores e uma reviravolta no modo de ser, de agir e de pensar. É isso que acontece quando ele diz “Cristo vive em mim”. Na medida em que descobrimos a realidade, e com ela tomamos contato, é impensável e impossível retroceder. A vida, em si mesma, continua igual, mas os obstáculos da vida passam a ser enfrentados com a fé no Filho de Deus. Essa confiança, antes inexistente, nos impulsiona pela vida de um modo totalmente diferente daquele com o qual outrora encarávamos a existência, isto é, sem a consciência da existência e da presença de Jesus.

Paulo proferiu as palavras do verso sob a justificativa de que Jesus o amou sendo ele pecador de graves pecados, e Se entregou por ele a fim de salvá-lo, sendo por isso crucificado. Paulo tinha plena consciência de que era ele quem devia ser crucificado, não Jesus, que era puro e sem defeito. Paulo sabia que merecia o castigo, e que Jesus não. Mas na época antiga o sacrifício de sangue era exigido para a purificação dos pecados, e para que isso acontecesse, precisava-se de um cordeiro perfeito, primogênito e sem defeito. Jesus foi escolhido para esse fim, e Ele é o Cordeiro Santo de Deus, que tira o pecado do Mundo, e assim Ele se entregou por nós por meio de um único sacrifício de sangue, definitivo. Jesus não amou só a Paulo, e não se entregou só por Paulo. Seu sacrifício alcança toda a Humanidade, eu e você, inclusive. Os pecados de Paulo eram graves e eles geraram muito sofrimento em muita gente. Ele era um fanático religioso, coisa odiosa de se ver em qualquer tempo. Quais são os nossos pecados? Por mais graves que eles sejam, Jesus nos ama e Ele se entregou por nós, como fez com Paulo. As nossas imperfeições foram e são supridas pela graça e misericórdia de Deus, em Jesus. Confiemos, pois, em Deus, e no Filho de Deus, em qualquer demanda nossa, com fé. E façamos nossas as palavras de Paulo, “na carne: fé”, conforme o verso acima transcrito. De coração. Seja assim!

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: