Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

João 14: 18.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Não vos deixarei órfãos; virei para vós” – Jo. 14: 18.

O Senhor Jesus veio à carne com um propósito Divino. Cumpriu com maestria Sua Missão. Atingiu todos os objetivos postos por Deus, sem nenhuma exceção. O Mestre inaugurou uma nova realidade com Sua vinda e presença neste Mundo e, no tempo certo, voltou ao Pai. Ele nos deixou muitas Promessas, diversos ensinos, vários Mandamentos, e boa porção de esperança. Não estamos sós.  

Chamar Deus de Pai (como Jesus comumente fazia, aliás) é algo bastante pertinente e feliz. Se Deus é o Pai e Jesus é o Filho, nós todos, por adoção (e graças a Jesus), também nos tornamos filhos. E se somos filhos, “enxertados na Videira”, órfãos nós não somos: temos Pai. Deus Pai, bem como uma grande família. E se foi por causa de Jesus, Filho, que nos tornamos irmãos, e também, todos, irmãozinhos de Jesus, Ele, Jesus, como se espera de todo irmão mais velho, nos protege e guarda. Cuida de nós. Faz sentido isso, não? Sabemos que Jesus é muito mais do que simplesmente nosso Irmão mais velho, mas como é belo esse enfoque!

Na verdade, como dito, Jesus é muitas outras coisas em nossas vidas, mas Ele foi para o Pai, e ao lado de Deus está. Ficamos sós, pois? De maneira alguma, ora. Deus Pai, por si Só, é Onisciente, Onipresente e Onipotente, logo, Ele está em toda parte. Já o Senhor Jesus roga ao Pai por nós, constantemente, visto que a Ele pertencemos. E Jesus disse que Quando Ele fosse ao Pai, nos enviaria o Consolador. E disse mais Jesus: Quando vier o Consolador, que eu da parte do Pai vos enviarei, O Espírito da verdade, que procede do Pai, ele testificará de mimJoão 15: 26. O Consolador, o Espírito da Verdade, é o Espírito Santo que em nós Se instala. Ele nos dá e proporciona a sensação de paz e de serenidade, a mesma que as pessoas deviam sentir quando estavam fisicamente próximas de Jesus.

Deus é Pai, Deus é Filho e Deus é Espírito Santo. Somemos, então, todos os irmãos, e temos a família completa. Debaixo da Trindade ninguém vive só. O ser humano que tem em si mesmo o Espírito Santo de Deus nunca fica sozinho. O Senhor vê o hospedeiro do Espírito Santo como “Templo Ambulante”, em alusão ao Templo móvel descrito no Velho Testamento. E mais: a pessoa é considerada Morada do Espírito Santo de Deus, ou seja, Deus Espírito sempre conosco (e Jesus é “Emanuel”, isto é, “Deus conosco”). Essa é casa construída na Rocha. Rios de Água Viva fluem do interior dessa pessoa. Esse é mensageiro portador de boas notícias, Boas Novas. Esse é Embaixador de Cristo, com credenciais do Reino de Deus, e sempre acompanhado de comitiva de Anjos. Para tudo isso, basta abrirmos a porta de nossos corações ao Cristo de Deus, Jesus, que convida: Eis que estou à porta, e bato. Se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigoApocalipse 3: 20. Como é possível alguém não ouvir a doce e agradável voz de Jesus? Francamente não sei a resposta; porém, o que sei, com toda certeza, é que quem “abre a porta” jamais fica só, órfão não é.

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: