Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Salmo 138: 6.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Embora o Senhor seja excelso, atenta para o humilde, mas ao soberbo conhece de longe” – Sl. 138: 6.

Excelso”, palavra especial e perfeita, que bem define o Senhor Deus: Alto, Sublime, Excelente. “Soberbo”, vocábulo que indica no pior sentido alguém que é orgulhoso ao extremo, arrogante, altivo, presunçoso, sobranceiro. “Humilde”, bom termo, que no melhor significado em relação ao verso, descreve e revela uma pessoa detentora em si mesma da virtude que lhe revela sua natural fragilidade e fraqueza frente à existência (inerentes, aliás, a qualquer ser humano), bem como possuidora de grata consciência de sua dependência de Deus Pai. Em suma, “soberba” e “humildade” são estados de espírito contrapostos, antagônicos, que nos dão ideia a respeito do que há e se passa nos corações que cruzam os nossos caminhos, nessa vida.

No parágrafo acima brinquei com as palavras, ajudado pelo Dicionário (quem escreve é fã de Dicionários…). Agora insiro alguns pensamentos, boas frases. E como o Senhor “dispensa” quaisquer apresentações, deixemos o “Excelso” de lado e fiquemos com as reflexões envolvendo a “soberba” e a “humildade”. Um rabino escreveu em um de seus livros: “Somos todos iguais e ao mesmo tempo únicos” – Nilton Bonder. Essa colocação é extraordinária, porque condensa muita informação em pouquíssimas palavras. A primeira parte nos remete inevitavelmente à humildade, mas a segunda, se mal interpretada, leva a pessoa à soberba. Somos todos iguais, em essência, e isso é um fato; de outra banda, é certo que somos únicos, mas isso jamais nos faz melhores do que os outros, apesar de que alguns disso discordem… Como o grande “segredo da vida” está adiante da própria vida, esses infelizes “discordantes” não passam de perdidas almas. Como diz a Palavra de Deus, eles são uns coitados, miseráveis, pobres, cegos, nus… (Apocalipse 3: 17 – 2.ª Parte). Quem lê, entenda!

Continuando a nossa “conversa”, pois, segue um conselho que prima pela excelência, desta feita de um sábio e modesto padre católico (falecido há muito tempo), e ele nos ensina: “Nada tens que possa gloriar-te; muito, porém, para te humilhar; pois és muito mais fraco do que podes imaginar” – Tomás de Kempis. E o próprio sacerdote emenda: “Se te souberes conservar sempre humilde e pequeno no teu conceito, e governar com moderação teu espírito, não cairás tão depressa na tentação e no pecado”. Pois que são justamente as tentações e a avidez pelo pecado que levam as pessoas à soberba. Não é coisa boa ser soberbo, conforme o sentido acima posto, visto que a pessoa que assim se inclina e age passa a viver uma utopia. E, pior do que isso, esse estado de espírito fundado na soberba desagrada a Deus, que é o Único Ser em todo o Universo que não deve nem convém ser desagradado.

Ora, muita coisa nos revela a origem da palavra “humildade”, segundo nos ensina Mário Sérgio Cortella: “A palavra ‘humildade’ tem raiz indo-europeia, que é ‘humus’. Significa ‘o solo sob nós’, isto é, estamos todos no mesmo nível”. Há quem não pense assim, infelizmente, mesmo diante de tantas evidências sobre o melhor a se fazer e que postura (adequada) de vida tomar. E a maior e mais marcante de todas as evidências, nesse rumo, é a seguinte: o Senhor, Excelso, que realmente está acima de tudo, de todos e de todas as coisas, reprova e desaprova os soberbos, mas atenta para os humildes e destes Se agrada. Enquanto os soberbos, “semideuses”, decretam de forma utópica “independência” do Criador e com suas atitudes “rivalizam” com o Divino, os humildes, como criaturas de Deus (criadas por Ele), observam de contínuo o Sagrado, e O temem e amam como Deus Pai (Excelso), atestando dependência Dele. Entre estes, por adoção (em Jesus), quais são os Seus filhos?

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: