Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Lucas 6: 40.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“O discípulo não é superior a seu mestre, mas todo aquele que for bem instruído será como seu mestre” – Lc. 6: 40.

O normal da vida, pressupondo que alguém seja mestre em alguma coisa, é que a pessoa comumente esteja um pouco à frente de seu eventual discípulo. Isso porque o mestre, quase sempre mais velho que seu discípulo, estudou mais tempo e o suplanta em experiência. Por isso, o discípulo que intenta ser mestre, precisa estudar bastante, escolher bem seus mestres, contar com a ajuda de Deus e ter paciência para adquirir experiência. Tudo é questão de tempo e de esforço pessoal, além da Graça de Deus, é claro (mesmo para os “desavisados” e descrentes, note-se bem).

No meio cristão as coisas não são muito diferentes desse raciocínio, a não ser, talvez, pela maior participação de Deus Pai no “negócio”. Nós todos, na verdade, em maior ou menor grau, somos (ao mesmo tempo) parte mestres parte discípulos. Isso porque, de um lado, nós estamos sempre aprendendo alguma coisa nova, porém, ao mesmo tempo em que, de outra banda, nós estamos ensinando algo a alguém; bem como estamos todos nós, em meio a isso tudo, acumulando e aumentando, dia após dia, o nosso “acervo” de conhecimento e de experiência de vida. Isso é característica de todos, sem exceções. Contudo, é certo que alguns se distinguem do todo, visto que são mais inteligentes e/ou sagazes. Estes últimos jamais serão maioria e, dentre eles, nem todos são íntegros e idôneos. Verdade.

Ter inteligência e/ou sabedoria em qualquer área do conhecimento não implica dizer que a pessoa é honesta e verdadeira. O melhor exemplo é Satanás, pois que dizem que ele conhece de “de cabo a rabo” a Palavra de Deus, e nem por isso ele é bom ou age de acordo. Aliás, o verso nos sugere que qualquer um pode vir a ser mestre, vez que basta instruir-se para tanto e perseverar. Porém, ter autoridade e ser respeitado, bem, isso é outra conversa (completamente diferente). E há, ainda, os mestres que são vaidosos, e não admitem ser suplantados por seus discípulos, de modo que tudo fazem para embaraçar o crescimento destes últimos. Querem os “louros” somente para si e “amam os holofotes”. Este derradeiro exemplo é muito comum entre nós (cristãos), infelizmente.

Entretanto, se alguém é candidato a ser mestre no Evangelho, que tenha em mente que o melhor “material” e meio para se instruir é por intermédio da própria Bíblia Sagrada. Quanto à experiência, como dito, é necessário ter paciência, pois que ela só se desenvolve com o tempo. Se a expectativa e intenção de tornar-se mestre forem fundadas em integridade e em idoneidade (no coração da pessoa), ora, então, é coisa boa. Se os motivos forem obscuros, como a vaidade acima comentada (por exemplo), bem, melhor acomodar-se aos mais humildes e simples, pois que se evitarão muitos prejuízos e lhe será mais seguro.

Outra coisa extremamente importante para os “candidatos” a mestre é o preço que se deve pagar para se atingir tal estado. A Bíblia nos adverte, por Salomão: “Falei eu com o meu coração: Olha, eu me engrandeci, e sobrepujei em sabedoria a todos os que houve antes de mim em Jerusalém; o meu coração alcançou muita sabedoria e conhecimento. Apliquei o meu coração a conhecer a sabedoria e a conhecer os desvarios e as loucuras, mas vim a saber que também isto era aflição de espírito. Porque na muita sabedoria há muito enfado; o que aumenta o conhecimento aumenta a tristeza”Eclesiastes 1: 16 a 18. Então não vale a pena ser mestre? Não é isso que se quer dizer, longe disso: vale a pena, sim. Porém, como tudo na vida, é preciso ter vocação, dom e direção de Deus, além de boas intenções, caso contrário tal ânsia será um desastre. E em todo e qualquer caso, frise-se bem, a humildade deve estar presente no “agir” (geral) do mestre, visto que é algo imprescindível para que ele seja reconhecido como tal, sendo por isso respeitado e para que tenha natural autoridade.

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: