Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Levítico 23: 22.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Quando fizeres a colheita da tua terra, não segarás totalmente os cantos do teu campo, nem colherás as espigas caídas. Para o pobre e para o estrangeiro as deixarás. Eu sou o Senhor vosso Deus” – Lv. 23: 22.

Apesar da beleza dessas palavras, essa regra, se tomada de forma literal, é inaplicável nos nossos dias. Primeiro porque a nossa sociedade (a maioria dos países) não é mais totalmente dependente da agricultura, ao menos de forma direta. Segundo que as propriedades agrícolas são delimitadas e cercadas, bem protegidas, e os grandes produtores rurais se destacam nesse cenário. Não há como se conceber, pois, um andarilho ou estrangeiro vagando ao largo dessas imensas extensões de terras. Essa é a atual realidade.

Repare, contudo, que a inaplicabilidade da regra do verso hoje em dia, como dito, se limita tão somente à sua aplicação literal. O sentido oculto ou “espírito” do Mandamento, porém, permanece inalterado. A Bíblia Sagrada tem conteúdo atemporal, de modo que seus dizeres se ajustam ao tempo, conforme este segue seu curso. Logo, assim como Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje e eternamenteHebreus 13: 8, a Palavra de Deus é viva, e dura para sempre. Aliás, atestando isso, disse Jesus certa vez: O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras jamais passarãoMateus 24: 35. Veja-se a importância disso tudo, no sentido de que as Escrituras Sagradas nos passam a confiança pela estabilidade, na medida em que Deus Pai não muda, Seu caráter é sempre o mesmo: Deus de amor e de paz. 

Então, é correto afirmar que não há mudança na ordenança contida no verso: nós continuamos responsáveis pela “fome” do “pobre” e do “estrangeiro”, do necessitado em geral. Uma palavra, creio, resume o caso: fraternidade. E uma das explicações possíveis de fraternidade é “amor ao próximo”. Quem é o próximo? Jesus nos dá ideia da dimensão disso na Parábola do Bom Samaritano (Lucas 10: 25 a 37). E qual é a implicação prática de “amar o próximo? É simples: Jesus nos ensina que a Lei poderia ser resumida a dois Mandamentos principais, vitais e essenciais. O primeiro é amar a Deus primordialmente sobre todas as coisas (Marcos 12: 30); e o segundo é Amarás o teu próximo com a ti mesmoMarcos 12: 31 – 1.ª Parte. E o Mestre encerra seu discurso, dizendo: Não há outro mandamento maior que estesMarcos 12: 31 – 2.ª Parte.

Dito isto, nós podemos entender que a regra do verso permanece em vigor, adequada para o nosso tempo. Continuamos com a responsabilidade (e obrigação) de sermos fraternos. Por certo de que nós não temos como mudar o rumo do Mundo, mas, de outra banda, nós podemos (e devemos) influenciar e/ou ajudar as pessoas à nossa volta. As “espigas caídas” e “os cantos dos nossos campos sem a sega” são situações discernidas (traduzidas) como uma oferta, o dízimo, uma palavra de conforto, uma doação qualquer (até de tempo), um sorriso, um abraço, um “copo de água fria” (Mateus 10: 42) Etc. Importa-nos lembrar, também, algo dito por Jesus, certa feita: “que nem só de pão viveria o homem…” (Mateus 4: 4). A partir disso, Tiago nos dá outra ideia a respeito do tema: A religião pura e imaculada para com nosso Deus e Pai é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas aflições, e guardar-se incontaminado do mundoTiago 1: 27. Quem é o órfão, senão aquele que não tem pai (Deus Pai)? E quem é a viúva senão aquela que não tem marido (Jesus, o Noivo)? Devemos cuidar de proporcionar aos necessitados bens materiais, é verdade; porém, com muito mais razão devemos levar o Reino de Deus às pessoas, pois não há miséria humana maior do que a existência apartada da Trindade.  

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: