Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Lucas 2: 34.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Simeão abençoou-os, e disse a Maria, mãe do menino: Esta criança é posta para queda e elevação de muitos em Israel, para ser alvo de contradição, e para que se manifestem os pensamentos de muitos corações” – Lc. 2: 34.

O verso é um trecho da história contada pela Bíblia Sagrada, de quando José e Maria levaram Jesus ao Templo pela primeira vez, para ser apresentado. Consta que Simeão era homem justo e temente a Deus, e esperava pela consolação de Israel. Sobre ele estava o Espírito Santo, que lhe havia revelado que não morreria antes de ver com os próprios olhos o Cristo do Senhor. Assim, Simeão viu a Jesus bebê com seus pais, e ele mesmo pegou o Mestre no colo, momento em que glorificou a Deus, e os abençoou.

Pelo que extraímos das Sagradas Escrituras, Simeão morreu antes de ver os grandes feitos de Jesus, mas já previra que haveria, digamos, muita celeuma em torno disso e Dele, de modo geral. O que me espanta nesse episódio são a cegueira e as limitações do ser humano, especialmente das pessoas da época, contemporâneas a Jesus, em reconhecê-Lo. Como estas últimas (muitas delas) conseguiram negar o Senhor Jesus, se viram as coisas acontecendo diante de seus próprios olhos? As maravilhas e a operação dos vários milagres? Isso é algo que eu tenho dificuldade de entender. Talvez a solução do “enigma” seja olhar pelo lado “humano” do ser humano, isto é, levando-se em conta a sua essência, seu caráter e sua falibilidade.

Cada um de nós tem a sua forma peculiar de “enxergar” o Mundo e a realidade. Mistura-se a isso a índole da pessoa, e temos uma infinidade de pareceres e de opiniões, muitas das quais contrapostas umas às outras. E mais: alguns se enredam tanto em si mesmos e na prática do mal, que ficam em situação de ser tarde demais para retroceder e reconhecer o Divino. Não admitem seus erros, não mudam seus pensamentos, vão até o fim em seus atos e condutas. A verdade é que quando Jesus se apresenta diante de qualquer pessoa, a vida dela é automaticamente auditada, e deve ser também, autoauditada. Não são poucos os que resistem a isso, e se mantêm no mesmo estado, seja por orgulho ou vaidade, pelo que devem deixar de fazer ou de perder, pelas mudanças que seriam impelidos a fazer, seja porque são maus mesmos, e ponto. Somente por isso podemos nós aqui assentir, cerca de dois mil anos depois dos históricos fatos, que os contemporâneos de Jesus foram reticentes (para dizer o mínimo) em reconhecer e receber o Filho e Cristo de Deus.

Triste é constatar que não é diferente hoje em dia. O próprio Senhor Jesus, confirmando a predição de Simeão a Seu respeito, disse alguns anos depois: Não penseis que vim trazer paz a terra. Não vim trazer paz, mas espada. Pois eu vim trazer divisão entre o homem e seu pai, entre a filha e sua mãe, entre a nora e sua sogra. Assim, os inimigos do homem serão seus próprios familiaresMateus 10: 34 a 36. Ser discípulo de Jesus não é algo ordinário e simples. Para tanto é imperativo que a pessoa reflita sobre a vida e sua própria vida, para agir de acordo com a Palavra de Deus, e fazer as mudanças e adequações necessárias. Nem todos estão dispostos a passar por esse confronto e “pente fino”. Mais fácil e confortável é deixar tudo como está, e não sofrer nenhum tipo de privação tampouco fazer qualquer esforço. E escarnecer de quem a isso se submete. De outra sorte, ser discípulo de Jesus requer comprometimento da pessoa, que se mostra disposta às mudanças, e confia em Deus Pai para perdoar e suprir as suas falhas e demais limitações. Abre-se mão de si mesmo, porém, paz e salvação são alcançadas, e com isso a vida eterna. Assim, não importam os aborrecimentos e os embaraços, nem mesmo os inimigos que certamente virão; importa-nos servir a Jesus, sem reservas, e agradar ao Senhor Deus, cujo Espírito nos guarda e preserva, para sempre, amém.  

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: