Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Salmo 105: 1.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Dai graças ao Senhor, e invocai o seu nome; fazei conhecidas as suas obras entre os povos” – Sl. 105: 1.

Quem invoca o Nome do Senhor sabe que deve dar a Ele graças, o tempo todo. Deve a Ele gratidão e adoração, pelo Seu amor, graça e misericórdia, e por tudo o que Ele é, faz e representa. O ser humano nada é perante Deus, apesar de que o Criador o ama e dele cuida. Mesmo assim há aqueles que O querem longe de si, porque lhes falta interesse, por ignorância, ou são maus mesmo, e, ainda, há outros tantos que O desconhecem, por variados motivos.

Há pessoas que nunca ouviram falar de Deus Pai, de Seu Plano de Redenção, de Seu amor e paz, do Espírito Santo, de Jesus, da Salvação. É difícil imaginar essa situação nos nossos dias, com a Globalização, transmissões de programas de televisão em escala mundial, internet, e a informação como um dos maiores bens de consumo da atualidade (senão o maior…). Porém, no meio disso tudo há vários limitadores (entre os homens, entenda-se bem) ao engrandecimento do Reino de Deus: censores declarados, lugares remotos, regiões fechadas por outras religiões, intolerância, confusão de ideias, indiferença, interesses dissonantes diversos, ignorância pura e simples, sistemas e/ou credos contrários e/ou hostis ao Evangelho, e por aí vai.

Há alguns missionários e pregadores itinerantes, é verdade, que se aventuram pelo Mundo à custa de pôr em risco seus próprios pescoços e, às vezes, suas vidas. Como predito por Jesus, “a seara é grande” e são “poucos os ceifeiros” (Mateus 9: 35 a 38). Entretanto, quando alguém conhece a Deus, e sabe que Ele é Pai; quando alguém tem consciência do sacrifício que Jesus fez para salvar a Humanidade; quando alguém tem experiências sobrenaturais ou não, mas cotidianas e corriqueiras, com o Espírito Santo, bem, esse alguém não pode guardar para si toda essa Bem-Aventurança, não é mesmo? O próprio Senhor Jesus, ao comissionar os Seus discípulos, também nos comissionou a todos: “… Ide por todo o mundo, e pregai o evangelho a toda criatura” Marcos 16: 15.

Justo é, pois, que nós, que conhecemos a Obra do Senhor, e Dela somos participantes, e vivemos diariamente as bênçãos de Deus, bem, que nós tenhamos a decência de fazer conhecidos os feitos e o caráter de Deus aos demais, a tantos quantos nos for possível. Claro que nem todos têm o dom de serem missionários ou pregadores, mas todos que O conhecem, por Jesus, são coparticipantes de Suas bênçãos, e têm “boca”. Assim, tenho uma teoria pela qual defendo que Deus Pai nos dá oportunidades de falar Dele para pessoas que não O conhecem ainda (de um modo ou de outro), e isso engloba todos nós, cada qual com seus dons e personalidade, com relação às pessoas que Ele coloca em nossos caminhos. Essa é uma das mais belas faces do Evangelho: a parte que nos faz ativos no Reino de Deus, ao nos colocar como porta-vozes de Jesus Cristo, embaixadores de Deus na Terra, por intermédio de quem o Espírito Santo de Deus age entre os homens. Logo, se você já O conhece, anda com Ele, e partilha de Suas bênçãos, não pare nunca de Lhe dar graças e de invocar o Seu Santo Nome, contudo, faça um pouco mais, seja justo e fraterno (Compartilhe a sua riqueza!): faça conhecidas as Obras de Deus Pai entre os homens! (E povos, e tribos, e nações etc. – Assim, sempre que puder, fale de Jesus!).

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: