Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Mateus 7: 15.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós disfarçados em ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores” – Mt. 7: 15.

Alguém já ouviu falar do “benefício da dúvida”? Pois é, é justamente atrás do “benefício da dúvida” que se escondem os falsos profetas. O “benefício da dúvida” é o temor que alguém que teme a Deus tem de ser injusto com outro alguém que está, em tese, pregando a Palavra de Deus, e está, de fato, a frente de um Ministério qualquer, sob o manto de um título e debaixo de uma denominação. Algo do tipo: pastor (bispo, apóstolo, missionário etc.) “fulano de tal”, que pertence à igreja “tal e qual”. E nada impede que seja esse alguém ligado à outra instituição qualquer, não necessariamente uma igreja. Veja-se que dificilmente uma pessoa que seja “falso profeta” ocupa ou está posta em um cargo humilde e obscuro dentro de determinada estrutura eclesiástica. O falso profeta gosta de “holofotes”, de atenção, de ser o centro das atenções (João 3: 30), de ser paparicado.

Contudo, o “benefício da dúvida” os protege, porque as pessoas têm a tendência de não confrontar os falsos profetas, a fim de evitar equívocos e para não afrontar a Deus, eventualmente, com um falso julgamento. Os falsos profetas vêm até nós como “ovelhas” (muitos se dizem ungidos de Deus…), mas são, na verdade, “lobos devoradores”. E a Palavra de Deus nos diz que eles são “lobos devoradores”, mas estão disfarçados (seus reais propósitos estão ocultos), porque assim o são “interiormente”, e nós somos incapazes de perceber (ver) isso. Nós, muitas vezes (talvez, até, no mais das vezes), não os notamos (apenas desconfiamos…). Só Deus Pai pode “enxergar” o interior do ser humano. Assim, os falsos profetas estão misturados no “rebanho” e não os vemos como “lobos”, mas, sim, como “ovelhas”. Às vezes, uma “ovelha meio torta”, por certo, mas, ainda assim, uma “ovelha”.

Coisa que aprendi na Bíblia Sagrada, por intermédio de Jesus, é que o joio é parecido com o trigo. Aliás, lendo o verso acima transcrito, logo associo e me lembro da “Parábola do Trigo e do Joio” (Mateus 13: 24 a 30), contada pelo Senhor Jesus. Esse ensino do Mestre nos diz que no princípio não se vê muita diferença entre o trigo e o joio, e a estratégia de Deus é deixar ambos crescerem juntos até a ceifa, para que não ocorra dano ao trigo, caso o joio seja removido antes. É bem verdade que nós podemos identificar o joio bem antes da ceifa, mas na dúvida entre arrancá-lo e correr o risco de danificar o trigo, o falso profeta acaba ficando no meio do Povo de Deus por um tempo, tempo Dele (claro). 

Há, no entanto, vários indícios de que uma pessoa possa ser um falso profeta, e é importante conhecermos alguns (úteis nos serão!). A Bíblia Sagrada nos diz que devemos nos acautelar em relação a essas situações. Uma das primeiras e mais valiosas dicas é a de João Batista, quando nos diz que em se tratando de Jesus Cristo, é imprescindível que Ele cresça e a pessoa diminua (João 3: 30). Se a pessoa assim age (ela diminui e Jesus Cristo é evidenciado), bem, então, muito provavelmente ela não deva ser considerada como sendo “falso profeta”. Outro ponto importante é a fidelidade e integridade da pessoa à Palavra de Deus. Se a pessoa distorce as Escrituras, cria heresias e se posta sem amor e piedade, então, algo está muito errado. Depois, cabe-nos verificar como essa pessoa lida com dinheiro, poder, mídia, orgulho, vaidade, postura, imagem, exposição pública etc., tendo por base a Palavra de Deus (não se trata, pois, de julgamento vão!). Há outros indícios, por certo, mas estes (o conjunto) bastam por agora. Os falsos profetas geralmente têm seguidores fiéis às suas ideias. Que nós todos sejamos seguidores de Cristo, e não de homens, e que o Senhor, por Seu Filho, nos livre de todos os enganos. Há joio no meio do trigo, é verdade, mas o Espírito Santo está dentro de nós. Que o Espírito Santo de Deus, pois, nos proteja e nos guarde! Seja assim, em Jesus.

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: