Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

1 Pedro 5: 8.

1mVersículo 1aVerdade *

“Sede sóbrios, vigiai. O vosso adversário, o diabo, anda em derredor, rugindo como leão, buscando a quem possa tragar” – 1 Pe. 5: 8.

O leão é o mais altivo dos animais. Considerado o rei das selvas, ele é poderoso e soberano em seu habitat. Não tem predadores naturais, e vive tranquilo sem nenhum outro bicho a lhe ameaçar (salvo o “bicho homem”, por vezes…). Seu rugido é rouco, intenso e apavorante, e pode ser ouvido, segundo consta, de uma distância de até oito quilômetros. A presença do leão é marcante, a ponto de os outros animais se afastarem quando ele chega. Por cautela, pois, todos vão embora quando ele aparece, visto que ficar a toa próximo dele, ou irritá-lo de alguma maneira, pode ser um erro doloroso, ou até mesmo fatal: pode custar-lhes a vida. Piora um pouco se ele estiver com fome. Em suma: todos os demais bichos têm medo, temor e respeito pelo leão, pois bem conhecem a sua força e sabem que ele está no topo da cadeia alimentar. O leão é nobre e digno, tem poucos oponentes (o mais comum é o opositor eventual ser outro leão), e com ele ninguém pode (Provérbios 29: 30).

Bem, é notório e sabido que o diabo e seus asseclas vivem a partir de um ódio constante e mortal pelo ser humano (e pelo Senhor, igualmente). Esse ódio é o combustível que os move, mas que, como efeito colateral, também os consome. O verso “empresta” ao diabo a aparência de majestade do leão para nos advertir que para ele somos como “caça”, e ele anda ao nosso derredor, à espreita, esperando que fiquemos a toa, distraídos, para nos atacar. O diabo ruge como o leão, fazendo muito barulho, e aguarda a oportunidade de nos fazer algum mal. Quem se entrega ao pecado, pois, “baixa a guarda” e é negligente, fica a toa perto do diabo, e diga-se que ele está sempre “com fome”, totalmente inclinado para o mal. De outra sorte, não é preciso que ninguém irrite o diabo, pois ele nunca tem descanso, jaz já em eterna e enlouquecedora condenação, que o deixa irritadiço o tempo todo.

Parece assustador pensar que o diabo venha até nós como um leão. Porém, no final das contas, esta é justamente a boa notícia: ele vem COMO um leão, mas NÃO é um leão. Trata-se apenas de figura de linguagem, a fim de enfatizar o perigo de a ele se expor. Assim, o poder, a força, a dignidade e a majestade do leão não são inerentes ao diabo; apenas a pretensão de assim ser lhe é desnudada. Pois o diabo, em longínquo passado, pretendeu ocupar o lugar do Senhor, e ser um deus. A lógica é a mesma: ele nunca poderia ser Deus, mas para viver a fantasia de ser como Deus, foi endeusado. Ou, melhor, ele se endeusou. Nunca poderia ser Deus ou COMO Deus, portanto, lhe restou ser como um deus. No verso o raciocínio é o mesmo: ele NÃO é um leão, mas nos rodeia COMO se leão fosse.

E se um dia o diabo pretendeu ser como Deus, ele de novo incorre no mesmo erro, visto que Jesus Cristo é considerado pelas Escrituras Sagradas como sendo o Leão da Tribo de Judá (Gênesis 49: 8 a 12; Apocalipse 5: 5). Ora, se Jesus é o Leão da Tribo de Judá, o diabo jamais poderia ocupar o lugar do Mestre, tampouco imitá-Lo, sendo que apenas lhe resta agir COMO um leão, o que lhe seria o mais próximo daquilo que ele almeja, mas jamais alcançará. Contudo, ser COMO um leão está longe do significado de ser, de fato, um leão. Logo, o diabo é uma fraude, um falso deus e um “pseudoleão”, não sendo sequer merecedor da comparação dele feita com o leão, e aqueles que estão em Cristo Jesus estão livres da ação dele, desde que sejam sóbrios, vigiem constantemente e não deem aberturas para que ele venha a agir. O maligno não toca e não pode tocar deliberadamente aqueles que estão em Cristo Jesus, o Verdadeiro e Único Leão, o Leão da Tribo de Judá, Filho e Messias Bendito de Deus (1 João 5: 18 e 19). Na presença do Leão da Tribo de Judá, aquele que é COMO leão se afasta. Para evitarmos o diabo e seus comandados, portanto, basta que fiquemos de contínuo na presença de Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador. Virados para a Cruz, de onde emana a mais pura Luz, e de costas para as trevas, descansados e tranquilos, pois é Forte Quem nos guarda, e Ele nos defende com o ímpeto de um leão. Sujeitai-vos, pois, a Deus. Resisti ao diabo e ele fugirá de vósTiago 4: 7.

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: