Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Criado-Mudo (Imitação de Cristo)

“Os  verdadeiros  analfabetos  são  os  que  aprenderam  a  ler e não  leem” – Mário Quintana.

.

Livro recomendado: “IMITAÇÃO DE CRISTO” – Tomás de Kempis. Editora Vozes de Bolso. Petrópolis/RJ – 2012 (253 Páginas).

Um pouco sobre o livro: Tomás de Kempis foi um padre, nascido no ano de 1380 em Kempen (Köln), Alemanha, e que viveu até os seus 91 anos, falecendo, portanto, em 1471. Foi ordenado sacerdote em 1412 e, mais tarde, cônego regular da Ordem de Santo Agostinho; viveu no Mosteiro de Santa Ana (perto de Zwolle, na Holanda), onde ocupou o cargo de mestre de noviços. Imitação de Cristo” é composto de quatro livros seus escritos em 1441, cuja reunião deu origem ao livro ora comentado, e que foi e é considerado o melhor tratado de moral cristã existente e o mais perfeito compêndio de vida espiritual que se tem notícia, depois da Bíblia Sagrada, é claro. Note-se que a obra Imitação de Cristo foi concebida justamente na época em que nascia a invenção da impressão por tipos móveis (por volta de 1439), idealizada por Johannes Gutenberg. Significa dizer que o trabalho de Tomás de Kempis foi todo manuscrito e, seguindo a tradição, muitas cópias foram reproduzidas do mesmo modo, por monges copistas. O Manuscrito Autógrafo ainda existe, e está guardado na Biblioteca Real de Bruxelas, na Bélgica.

O mais incrível é que nós podemos ler hoje um livro cristão, que foi escrito em um mosteiro medieval e que tem mais de cinco séculos de existência, tendo sobrevivido ao tempo. Isso, por si só, já é algo é fantástico. Mas não é tudo: o conteúdo do livro é de uma atualidade espantosa e a maneira com que o pensamento do autor é posto sensibiliza (e muito) quem o lê. Em muitas passagens há diálogos entre Jesus e a alma, que facilmente se aplica a cada um de nós. É uma obra atemporal, e apesar de ter sido escrita por um padre ligado ao catolicismo, serve e se adéqua a qualquer pessoa que conhece e ama o Senhor Jesus. Não importa, pois, a vertente do Cristianismo a que a pessoa pertença, este livro lhe será útil e a abençoará sobremaneira. E é maravilhoso de se ver e notar a sabedoria, a humildade e a simplicidade do padre Tomás de Kempis, por meio de sua escrita honesta, sóbria e íntegra, tanto para com os homens como para com Deus (e para com ele mesmo). Este livro é uma joia, única e rara, mas acessível a quem quiser possuí-la. Uma pérola dentre pérolas, cuja leitura é imperdível. Necessária.  

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: