Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Criado-Mudo (O grande amigo de Deus)

“Os livros são os mais silenciosos e constantes amigos, os mais acessíveis e sábios conselheiros, e os mais pacientes professores” – Charles Elliot.

.

Livro recomendado: “O GRANDE AMIGO DE DEUS – A história de São Paulo” – Taylor Caldwell. Editora Record, 27.ª Edição – 2010 (700 Páginas).

Um pouco sobre o livro: eu sempre peço a Deus que faça os livros certos passarem pela minha vida. E só tenho a agradecer ao Senhor por ter lido este livro, que recomendo a qualquer pessoa com ênfase. Em primeiro lugar é preciso dizer que este livro é um romance, mas escrito a partir e sobre fatos reais, históricos. Consta que autora, Taylor Caldwell (falecida em 1985), dedicou muitos anos de estudos antes de escrever este belíssimo trabalho. A obra nos dá acurada noção da época da história retratada, bem como dos costumes e tradições de vários povos, além de inúmeras outras informações, Bíblicas, inclusive. Sobre o Apóstolo dos Gentios, no entanto, buscou a autora retratar a face humana de Paulo, suas aflições, fraquezas, dúvidas, anseios e inquietudes, mas fez isso sem distorcer nada, nem uma vírgula sequer, do Evangelho. Lógico que a história do Senhor Jesus corre em paralelo, e muitas vezes se funde em pontos da narrativa da vida de Paulo.

Acredito que é situação comum a todos nós, quando tentamos imaginar a identidade dos heróis da Bíblia (no caso, de Paulo), que somos impelidos a construir uma imagem diferente da nossa realidade: para nós eles são todos homens santos, que nunca odiaram, eram obedientes e jamais intransigentes, estavam alheios às necessidades físicas e fisiológicas do corpo, não sentiam ódio, lidavam de modo diferente com a dor, qualquer dor (ou nem sentiam dor), eram sempre fortes, sagazes e intocáveis, enfim, foram e são seres humanos especiais, “quase” anjos, talvez, nos quais em nenhuma hipótese poderíamos nos espelhar tampouco nos igualar. Ledo engano, graças a Deus! Este livro simplesmente mudou minha visão sobre o Apóstolo Paulo para sempre. Mudou para melhor. E me trouxe esperança em relação a mim mesmo. Paulo era como todos nós somos. Teve suas posições, suas “verdades” absolutas, suas características humanas próprias, cometeu boa dose de erros, alguns absurdamente graves, foi criança, jovem, passou à meia idade e chegou à velhice, e foi amado e odiado, odiou e amou. Muito provavelmente, nada diferente de você ou de mim. Essa grandiosa história deveria ser lida por toda e qualquer pessoa que se diz cristã, visto que certamente terá um efeito fantástico na forma como essa pessoa vê e lida com o Evangelho e enxerga sua (nossa) ligação/conexão com o Senhor Jesus e com o Mundo, em geral.      

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: