Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Gálatas 6: 8.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“O que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna” – Gl. 6: 8.

Na vida fazemos um pouco de tudo. Muitos de nossos atos são, por exemplo, repetições cotidianas de situações as quais somos obrigados a nos submeter, tal como cuidar do asseio pessoal, comer ou nos dirigirmos aos locais de trabalho e/ou de estudo. Muitas das coisas que fazemos, então, estão mesmo fadadas à corrupção, mas isso não significa que são erradas. Em síntese: nem tudo que vai à corrupção é pecado.

Ora, se estamos na carne, por certo que por meio dela vivemos e, por isso, por lógica, devemos nela semear. Semear, no caso, é fazer coisas por meio da carne, de modo que não podemos nos furtar de fazer inúmeras coisas e de estar em um sem número de situações. Porém, o verso nos ensina, acertadamente, que essas coisas que semeamos na carne desaparecerão, depois de cumpridas as suas finalidades. O que o verso diz, também com acerto, é que não podemos negligenciar aquilo que devemos semear no Espírito, visto que essas coisas tem a duração da Eternidade.

É necessário, pois, que vivamos a vida de acordo com as nossas possibilidades e oportunidades, atentos, contudo, aos ensinos de Deus Pai. Há a esfera material e a há a esfera espiritual, que coexistem. Nenhuma dessas instâncias deve ser negligenciada ou abandonada em prol da outra. O Senhor nos ensina que o equilíbrio em tudo o que fizermos é essencial para gozarmos boa vida, no bom sentido. Especialmente no que tange à saúde mental, a fim de não nos transformarmos em pessoas desagradáveis, pedantes, seja por soberba ou orgulho, ou, ainda, por excesso de religiosidade. Nenhum excesso é sadio, salvo o abundar da graça e do amor de Deus.

Gosto de interpretar o verso acima transcrito desta forma, ainda que haja outras formas de se apreender o que está escrito. E não consigo dissociar isso tudo de uma linda passagem das Escrituras Sagradas, de lavra do Apóstolo Paulo, que esclarece mais ainda o pensamento posto, e o completa bem: Segundo a graça de Deus que me foi dada, pus eu, como sábio construtor, o fundamento, e outro edifica sobre ele. Mas veja cada um como edifica sobre ele. Pois ninguém pode pôr outro fundamento, além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo. E, se alguém sobre este fundamento levantar um edifício de ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha, a obra de cada um se manifestará. Pelo fogo será revelada, e o fogo provará qual seja a obra de cada um. Se a obra que alguém edificou sobre ele permanecer, esse receberá galardão. Se a obra de alguém se queimar, sofrerá perda; o tal será salvo, todavia como que pelo fogo. Não sabeis vós que sois santuários de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá; pois o santuário de Deus, que sois vós, é sagrado1 Coríntios 3: 10 a 17.

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: