Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Gálatas 1: 10.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Persuado eu agora a homens ou a Deus? ou procuro agradar a homens? se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo” – Gl. 1: 10.

Nas Epístolas Paulinas encontramos boa parte dos fundamentos e dos indicativos que nos ensinam como viver pelo Evangelho. No caso do verso o Apóstolo Paulo se dirige aos Gálatas com duas perguntas e uma afirmação, que são parte de um contexto maior. Primeiro ele pergunta se persuade a homens ou a Deus sobre aquilo que acredita e prega. Um pouco antes Paulo fala do Evangelho de Cristo, e diz que qualquer coisa que ultrapassar a Doutrina de Jesus deve ser considerada anátema (maldição). Logo, Paulo, numa pergunta retórica, afirmou que jamais persuadiria alguém a acreditar em Jesus, lhe contando algo que estivesse fora do Evangelho de Jesus. Ele reforça bem isso em Romanos 15: 18 e 19.

Ora, persuadir quer dizer convencer e/ou induzir, de modo que, aparentemente, para se atingir determinado fim, vale qualquer meio. Alterar ou aumentar a Palavra de Deus é, pois, um meio ilegítimo e é justamente isso que Paulo condena, visto que dizia não ser admissível nem lícito negociar com a Verdade. E ele disse certa feita: Eu plantei, Apolo regou, mas Deus deu o crescimento. Pelo que nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega, mas Deus, que dá o crescimento1 Coríntios 3: 6 e 7. Em suma: quando se prega o Evangelho, se deve pregar o Evangelho tal como Ele é, isto é, sem reduções, adições e/ou glosas, pois não é necessário e tampouco recomendável àquele que prega ser persuasivo, uma vez que o interesse e o crescimento do pretenso ouvinte vêm de Deus. O despertar do ser humano vem do Senhor, exclusivamente. O homem nada pode fazer a não ser apresentar o Senhor Jesus de forma idônea. Basta-lhe falar a Verdade. O resto é Deus Pai quem faz.

E entrando na segunda pergunta acima transcrita, também retórica, Paulo diz que não prega o Evangelho visando agradar (a quem quer que seja), mas, sim, fala de Jesus de coração e alma abertos, com consciência limpa. Era esse o modo com o qual Paulo pregava a Cristo. Isso é sério, visto que hoje vemos e ouvimos pregações com distorções claras, e a intenção do pregador, nesses casos, é se mostrar agradável aos seus ouvintes, pois que intenta ter deles aceitação e outros favores questionáveis, para ficarmos no mínimo a ser dito. Não, não é assim que se deve pregar o Evangelho. O Evangelho deve ser pregado conforme o Evangelho é: a Verdade nua e crua. Fora disso sobra apenas interesses escusos e heresias. Juízo de Deus. O Senhor não aprova tais condutas.

Por fim, Paulo Apóstolo nos diz que se estivesse preocupado em agradar a homens não seria servo de Cristo. Toda a Doutrina de Jesus é pautada no amor e na graça de Deus, porém, isso não nos dá licença para alterar o sentido da Palavra de Deus, a fim de persuadir e convencer alguém (quem quer que seja) a seguir a Cristo (Deus dá o crescimento). Quem se dispõe a falar das coisas de Deus, especialmente da Palavra de Deus, que é o mesmo que pregar o Evangelho, deve ser isento e fiel, deve fazer pela graça e de graça (salvo dedicação exclusiva – Lucas 10: 7 = “… pois digno é o obreiro de seu salário…”), e deve se preocupar apenas com a Verdade. Nada além da Verdade. Muitas vezes um texto ou uma pregação a respeito da Bíblia Sagrada, especialmente versando sobre temas polêmicos, podem desagradar muitas pessoas. Mas isso não é problema nosso, de quem prega, senão em sermos verdadeiros e fieis à Palavra de Deus. A Palavra de Deus, pronunciada com sentido diverso ao que Deus pretendeu ao proferi-la, não é Palavra de Deus, mas palavra do diaboPe. Antônio Vieira. Aos que pregam a Palavra de Deus, portanto, em qualquer lugar e situação, ainda que seja em uma singela conversa entre amigos, sejam, pois, como Paulo, e não temam desagradar a ninguém. E lembrem-se: o homem apenas semeia; Deus é quem dá o crescimento.

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: