Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Romanos 14: 14.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Eu sei, e estou certo no Senhor Jesus, que nenhuma coisa é de si mesmo imunda. Mas se alguém a tem por imunda, então para esse é imunda” – Rm. 14: 14.

Alguns assuntos relativos à Bíblia Sagrada são nebulosos e polêmicos, gerando muitas interpretações e opiniões contraditórias, além de divisões incontornáveis. O teor do verso acima transcrito nos coloca diante de uma situação dessas. O Povo de Deus está espalhado pelo Planeta, e não é necessário esforço algum para se afirmar que existem diferenças culturais variadas, costumes distintos e tradições diversas, algumas intransponíveis. Mas se todos se rendem a Jesus, ora, então, falamos mesmo do Povo de Deus, não? Fato.

Deixando de lado a questão de que a salvação e a conexão com Deus parece ser “benefício” desta ou daquela igreja em particular (afirmação absurda, mas acontece com certa frequência), não é difícil constatar que dogmas, costumes e tradições não podem ser postos acima de Deus Pai. Outro ponto importante, desde já ressaltado, é o de que algumas coisas são absolutamente erradas, e ficam fora de qualquer discussão no tocante ao que se quer refletir pelo conteúdo do verso. Aqui não se pretende abordar os extremos, mas, sim, aquilo que fica entre o certo, o notório e o sabido. Se fôssemos ilustrar, há o branco e o preto em duas extremidades, logo, estaríamos falando da massa cinzenta entre os dois opostos.

Dito isto, certa vez ganhei um livro, que tinha cerca de quinze capítulos. O autor pertencia a uma vertente do Cristianismo, que alguns consideram como seita. Li o livro e gostei muito dele, até que cheguei ao derradeiro capítulo, pois, e nestas últimas linhas dizia o autor, com todas as letras, que o Selo de Deus nos homens para a salvação de suas almas seria o ato de guardar o sábado. Com todo respeito a opiniões diversas, o Selo de Deus para a salvação é o Espírito Santo. E é a Bíblia que nos diz isso expressamente: É também nele (Jesus Cristo) que vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação. Tendo nele crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa, o qual é o penhor da nossa herança, para redenção da propriedade de Deus, em louvor da sua glóriaEfésios 1: 13 e 14. Logo, se alguém tem direção para guardar o sábado, que guarde o sábado, mas não diga que quem não o guarda é imundo, ou crie doutrina contrária à Bíblia Sagrada. Aliás, Jesus disse que era Ele o Senhor do sábado (Mateus 12: 1 a 8). Este é um bom exemplo.

Outra situação semelhante é a ingestão de álcool pelos crentes em Jesus, e a questão do alcoolismo como patologia. Esse é tema recorrente e bastante polêmico. Antes de se dizer qualquer coisa, é importante frisar que não só com o álcool, mas em qualquer situação análoga, há que se levar em conta o que dispõe o Capítulo 14 de Romanos. Se estiver ao nosso alcance evitar a queda de algum irmãozinho mais fraco, devemos ter como proibido o que para nós é lícito. Contudo, já ouvi relatos de que em países como o Chile, conhecido pela excelente produção de vinhos, é comum o consumo dessa bebida. Na Itália, outro exemplo, não se concebe uma boa refeição sem o vinho na mesa. Na Alemanha, ainda, temos a cerveja. E assim por diante. Por lógica, em qualquer caso, deve imperar sempre a moderação. E a Bíblia fala do álcool em vários sentidos, ora sobre os benefícios do seu uso, ora sobre os malefícios. Então, o que é certo? O verso diz: se alguém tem por imunda a ingestão de álcool, não beba (pois que peca por sua consciência), mas não julgue seu próximo que bebe; e se outros não têm o álcool por imundo, apenas observem a moderação e o que diz Romanos 14. Como comumente acontece, o Apóstolo Paulo tem um bom conselho para nós: Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas1 Coríntios 6: 12. Este texto tem tão somente a intenção de causar reflexão nas pessoas, só isso. Os exemplos acima são simplesmente dois dentre milhares possíveis. Por isso, que ninguém se ofenda, apenas reflita, em Jesus.

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: