Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

2 Coríntios 1: 12.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Ora, a nossa glória é esta: O testemunho da nossa consciência, de que com simplicidade e sinceridade de Deus, não com sabedoria, mas na graça de Deus, temos vivido neste mundo, e especialmente para convosco” – 2 Co. 1: 12.

O Apóstolo Paulo por várias vezes enfatizou o modo como ele se conduzia perante os outros e consigo mesmo. No caso do verso ele se dirigia aos Coríntios. Em primeiro lugar vinha sua consciência para com ele mesmo, em seguida para com Deus e, finalmente, para com os homens. Assim, Paulo demonstrava ser muito rigoroso em seus pensamentos e para com sua individualidade, não admitindo que o exterior de sua pessoa refletisse outra coisa que não seu próprio interior, com as reservas normais de qualquer ser humano, claro.

Todos nós temos uma esfera de existência e de consciência só nossa, e não mostrar esse lado aos outros não é egoísmo ou defraudação, mas tão somente o resguardo da privacidade que Deus dá a cada um, e que, portanto, nos cabe. A questão de Paulo não era o seu testemunho em si, como pessoa diante de Deus, mas, sim, o testemunho do “homem Paulo” para com Deus e, por consequência, deste mesmo “homem Paulo”, que cria em Deus e Dele falava, para com os demais homens. Ele, Paulo, dizia que sua consciência estava limpa, pois que pregava o Evangelho com simplicidade, idoneidade, integridade, sinceridade, honestidade. Pode parecer algo óbvio de se dizer, mas houve e há muitos e muitos que pregam o Evangelho sem essa preocupação, e isso sem investigarmos e levarmos em conta os motivos e os interesses dessas pessoas.

O estado com o qual alguém se dirige outrem, para falar do Reino de Deus e das coisas a Ele relacionadas, deve ser o mais puro possível. Com certeza nós devemos almejar a sabedoria, mas esta não é algo imprescindível a quem prega o Evangelho. O pai de um amigo meu, por exemplo, era semianalfabeto (já morreu), quase não lia, mas conhecia a Bíblia Sagrada como ninguém, e pregava as Boas Novas com uma facilidade invejável. Com pureza e sem invencionices. Assim era esse senhor, que está com o Senhor. Ele sabia que por ele nada aconteceria, então, se fiava inteiramente na Graça de Deus. Vivia pela Graça de Deus, que é exatamente o que todo crente em Jesus deveria e deve fazer.

Assim, antes de darmos testemunho nosso de Deus Pai aos outros, a nossa própria consciência deve dar-nos testemunho de nós mesmos, em relação à nossa posição e estado para com Deus. Parece algo sem sentido, mas não é: veja-se que nós temos presença de espírito em relação ao meio em que vivemos, logo, para que possamos falar de Deus, precisamos primeiro Nele crer, para em seguida termos consciência do que somos diante Dele, e do que devemos fazer e como nos portar. Isso é sério, e não é tão simples como se possa imaginar. O mais importante nisso tudo é contarmos com a Graça de Deus. Devemos ser quem somos (tentando melhorar, em Jesus, a cada instante), porém, empenhados em sempre dar o nosso melhor ao Senhor e aos demais, de coração aberto e com idoneidade. Sendo verdade que não temos como ser 100% transparentes com quem está à nossa volta, tenhamos consciência de que para o Senhor somos 100% transparentes, não por nós, mas por Ele, que tudo vê e sabe. O que nos mantêm firmes neste Mundo não é a nossa força, sabedoria, habilidades e/ou riquezas, mas a Graça de Deus, na qual devemos nos fiar e viver. Pela Graça de Deus, pois, dom gratuito e favor imerecido que nos foi e é dado constantemente, temos a obrigação, por gratidão, de sermos pessoas verdadeiras, íntegras e honestas, tendo em vista a nossa vida no Senhor e com relação à Sua Santa Palavra. Esse deve ser o testemunho de nossas consciências, nosso para nós mesmos, ininterruptamente. E depois, só depois disso acertado, então, aos outros.

© Amor-Perfeito

4 Comentários

  1. Republicou isso em Borboletanoespelhoe comentado:
    …FIDELIDADE….

  2. Necessito beber das coisas de Deus, mas sinto-me como um náufrago em pleno mar. Foi bom encontrar seu Blog. Persista! Com certeza, Deus não jogará pérolas aos porcos. Abs. fraterno.

    • Obrigado pela força. Com a graça de Deus Pai, em Jesus, este trabalho persistirá até o máximo possível, até quando Ele quiser. Quanto ao beber das coisas de Deus, o Blog tem mais de 1000 posts, até agora. Sirva-se e se alimente à vontade. Fica o convite para navegar pelo conteúdo do “Amor-Perfeito”, todo reunido em honra e glória ao nosso Senhor Deus e Pai. Fica com Ele. Abs., em Jesus, fica na paz.

  3. Paulo

    muito bom

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: