Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Provérbios 28: 21.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Fazer acepção de pessoas não é bom, contudo até por um bocado de pão o homem transgredirá” – Pv. 28: 21.

Não sei se é certo dizer que “todo homem tem o seu preço”. Isso seria generalizar muito, e poderia ofender algumas pessoas que são, de fato, honradas, e prezam esse status. O verso, no entanto, começa dizendo que não se deve fazer acepção de pessoas, e esse entendimento é pacífico, por isso passamos à segunda parte, que atesta uma verdade flagrante, quer gostemos ou não, tanto faz: “por um bocado de pão o homem transgredirá”. Por um bocado de pão qualquer homem transgredirá!

Há pessoas que são venais e nefastas mesmo, e assim se conduzem na vida por maldade e má-fé, com ganância, cobiça e/ou luxúria, buscando satisfazer o próprio ventre, custe o que custar. Deliberadamente se envolvem em esquemas e tramas espúrias, na esperança de abocanhar algum ganho indevido e, no mais das vezes, ilícito. Essas passam por cima de quem quer que lhes cruze o caminho, sem dó nem remorso. Mas não é disso que o verso fala (creio). O caso aqui é de pessoas que se veem em necessidade, e fazem algo indevido ou errado, por conta disso. Talvez o desespero as mova, ou a preguiça, ou outra inadvertência ou desvio qualquer, não importa. Diferença faz, em verdade, como agimos em relação a essas coisas. Por isso é que não devemos dizer, sobremaneira com orgulho, que não fazemos isto ou aquilo errado, que alguém faz, julgando-a e acusando-a, como se fôssemos imunes a tais situações.

Exemplo singelo disso poderia ser posto com uma pessoa que vende mercadorias piratas, ou quem as compra (se você não as consome, graças a Deus, tem boa situação financeira para pagar pelas originais, e não se priva de nada, não passa vontade, que bom!). Se alguém que lê este texto não concorda com essas práticas, certamente deve estar pensando que jamais faria uma coisa ou outra. E está certo em não fazer, diga-se de passagem. Mas, e se você não tem meios imediatos para sustentar sua família, você venderia mercadorias piratas? Seus familiares têm fome, e isso move seu íntimo, especialmente por causa de seu filho menor, de tenra idade; e então: você venderia mercadorias piratas? Talvez, sim, seria a resposta honesta. Outra situação: você, pessoa honesta e íntegra, está com fome, e não tem emprego, nem dinheiro, tampouco uma alma solidária próxima oferecendo ajuda, sem saída mesmo: então, você roubaria para comer? Provavelmente, sim, e seria mais uma resposta honesta. E numa guerra, você manteria sua integridade e morreria de fome por isso? Entendeu?

Esses são só alguns exemplos que fazem o homem transgredir “por um bocado de pão”, e frise-se que certamente existem diversos outros exemplos menos nobres. Porém, se a realidade de um infortúnio ou de escassez de recursos está longe de nossas vistas, que ótimo, mas não é motivo para “enchermos o peito” de orgulho e dizermos: “eu não faço isso!”, geralmente olhando para quem faz com desprezo e acusação. Cuidado, você pode ser o próximo a ter necessidades, ou querer muito alguma coisa, e transgredir “por um bocado de pão” (1 Coríntios 10: 12). Sabe aquele dito popular “nunca diga nunca”, pois é: muito cuidado, olhe e vele por sua vida, agradeça a Deus se você está bem hoje. Tenha cautela ao “fixar estacas” por suas opiniões, pois que você não sabe o que lhe trará o dia de amanhã, e melhor será se suas atitudes anteriores à sua necessidade ou tropeço forem de piedade e humildade. Não se infle de orgulho, antes, aja com amor e justiça. Não julgue seu próximo, visto que você ainda poderá ser julgado por coisa pior: você não sabe! Fuja da condição de acusador, pois que o acusador, pela Bíblia, é o Diabo; quem está em Cristo não “aponta o dedo”, visto que confia no Julgador. Seja bom, como bom é o Senhor Deus. E tenha presença de espírito para ser piedoso. Se você hoje está bem, graças a Deus (e não a você!). E amanhã? Amanhã é outro dia, em Cristo Jesus…

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: