Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Gálatas 6: 7.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Não vos enganeis: Deus não se deixa escarnecer. Tudo o que o homem semear, isso também ceifará” – Gl. 6: 7.

Ação e reação descritas como lei espiritual. Essa é a apertada síntese do verso acima transcrito. As leis dos homens são comumente desrespeitadas, sem punição, porque é necessário flagrar o transgressor no ato do ilícito, a fim de fazê-lo pagar pelo erro. No mais das vezes, na ausência de testemunhas, a lei é ignorada sem que disso advenha qualquer consequência. Quer-se dizer que, tendo em vista o sistema dos homens, “se admite o escárnio”, pois tal sistema é falho. Não há nele controle eficaz.

Contudo, com Deus é diferente. Bem diferente. O Senhor tem olhos em todo lugar, pois é onipresente e onisciente. Não há como Dele ocultar as coisas. Qualquer coisa. Tudo Lhe é exposto. Nada Lhe está encoberto. Portanto, acima, pelo verso, vemos um exemplo claro de lei que não se pode burlar. E este fato nos propõe outra afirmação: a de que tudo o que o homem plantar, disso ele há de colher. Como dito: ação e reação. Para cada ato humano vem a devida retribuição correspondente. Lei espiritual é incontornável. Assim, se a semeadura for plena de boas ações e intenções, a sega terá também essa qualidade. Aliás, Deus abençoa intenções, não ações. A ação certa pelo motivo errado está errada. O que é errado contamina aquilo que seria certo.

Portanto, tendo por base semelhante raciocínio, a semeadura ruim trará consigo frutos ruins. Más ações trazem suas consequências. Tal lei é invencível. Outro ponto de vista nos diz que qualquer ato humano se assemelha, por alegoria, à ação de semear. Logo, sempre temos duas leis aplicadas a um mesmo caso: a lei de Deus e a lei dos homens. Como vimos, há eventual escape somente para uma delas. A lei de Deus incidirá sempre, “sem choro nem vela”, como se diz por aí. A expectativa que se intenta criar por esta reflexão, contudo, pauta-se na percepção de uma nova perspectiva do dito popular que assenta a verdade: “cada um colhe aquilo que planta”, cuja fonte não é a sabedoria popular, mas, como atestado, a própria Bíblia Sagrada.

© Amor-Perfeito

1 comentário

  1. …e que assim seja, mas que ele faça isso logo, pois o mundo está cheio de gente ruim que vive se dando bem….

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: