Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

João 6: 15.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Jesus, sabendo que viriam arrebatá-lo para o fazerem rei, tornou a retirar-se, sozinho, para o monte” – Jo. 6: 15.

Durante a ocasião da primeira multiplicação dos pães e peixes, logo depois de o povo ter saciado sua fome, e, talvez, por conta do milagre realizado, Jesus em Seu íntimo soube que a intenção deles era fazê-Lo rei. O verso nos conta, no entanto, que o Mestre não se dispôs a ter para Si sequer a honra que as pessoas lhe intentavam prestar, muito menos quis admitir fato de que pretendiam tê-Lo como rei. Pelo contrário, Jesus se retirou.

Depois de um feito de tamanha magnitude, um milagre, não houve por parte do Senhor Jesus nem a curiosidade de saber o que o povo Lhe faria, em termos de honrarias. Por certo Jesus merecia toda honra e glória, como hoje em dia, de nossa parte, merece. Mas o propósito de Deus naquele bendito momento não era que Ele, Jesus, fosse exaltado. Pelo menos, não ali. O milagre deveria ser lembrado (claro!), e o fato em si, com seus ensinos, refletido por todos e também passado às gerações seguintes. Graças a Deus o temos em nossas Bíblias!

Jesus se mostrava firme em Suas declarações. Não havia quaisquer dúvidas Nele, ou em relação ao Seu ensino, quando por Ele dito e declarado. Pelo contrário, a força de Deus Pai emanava Dele, sendo certo que Sua presença “exalava” autoridade. Era considerado Rabi, Mestre, mesmo sem ter tido instrução adequada nos padrões do tempo em que vivia. Sua perspicácia, inteligência e conhecimento eram admirados por todos, mesmo por Seus adversários. Havia Nele “presença de espírito”, como nunca se viu (nem nunca se verá! Não como a de Cristo Jesus!). Ninguém podia com Ele, Jesus era (e é) imbatível. E, surpreendentemente, Jesus era… Humilde!

Bem, sabemos que isso era e é verdade. E a sabedoria de Deus nos diz que “não é honroso procurar a própria honra” – Provérbios 25: 27 – 2.ª parte. Em outra passagem Bíblica vemos, ainda, que “a humildade precede a honra” – Provérbios 15: 33 – 2.ª parte. Ora, se Jesus é o Messias, o Filho de Deus, e tudo o que o homem deve fazer para agradar a Deus Pai seria imitá-Lo, por que tanto vemos “líderes religiosos”, contemporâneos nossos, correndo atrás de fama, dinheiro e honra? Jesus não tinha dinheiro, bens materiais ou qualquer outra aspiração senão o estabelecimento do Reino de Deus. E nada Lhe faltava. Nunca Lhe faltou nada. Hoje vemos “homens de Deus” com ternos bem cortados, avião próprio, carros caríssimos, joias à mostra e receitas imensas, estas últimas tais (ou tudo, mesmo) que “chocariam” até mesmo Judas Iscariotes, se ele pudesse ter conhecimento do que hoje em dia acontece. À parte disso tudo, entretanto, guardemos em nossos corações que Jesus era e é Rei, nosso Rei e Senhor, mas não quis ser feito rei pelos homens, como vimos. Logo, se há homens que querem “ser feitos reis pelo povo” (querem para si honra, e bens), à custa do Rei (Jesus), certamente eles não são idôneos. Fiquemos, pois, bem longe deles, e nos apeguemos à humildade, que o Rei, Verdadeiro, nos ensina. E Ele, Ele nos honrará!

© Amor-Perfeito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: