Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

João 2: 22.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Quando Jesus ressurgiu dentre os mortos, os seus discípulos lembraram-se do que ele dissera. Então creram na Escritura e nas palavras que Jesus tinha dito” – Jo. 2: 22.

Coisa semelhante à situação do verso acontece com todo aquele que anda pela vida com Jesus. Na medida em que caminhamos com o Mestre, ouvimos e aprendemos Dele a sabedoria do Céu. Numa vida onde quase tudo se mostra efêmero, a sabedoria de Deus se torna intensamente preciosa, visto que tem a “duração” da Eternidade. O verso nos conta que os discípulos ouviam a Jesus todos os dias, e Ele lhes dizia e ensinava muitas coisas, mas eles demoraram em Nele crer, visto que Sua palavra precisou ser provada (ou concretizada).

Mesmo a um coração verdadeiramente convertido a Deus, por Jesus, muitas vezes a confiança lhe foge e falta. Atribuo essa condição à fragilidade e à pobreza do homem, que anda no “fio da navalha”, todos os dias. Ninguém tem certeza de nada na vida. Amanhã é outro dia, que não sabemos se chegará, com suas mazelas. O instante em que a existência cintila, o momento que a anima, é o “agora”. Qualquer coisa a frente disso é mera expectativa. Por isso a importância de se confiar em Deus com integridade se faz imprescindível a cada um de nós, para vivermos com boa qualidade de vida, sem medos nem temores.

Impressionante como nós sofremos pelo que não existe, ou, ainda, pelo que ainda não se materializou. Algumas coisas são certas na vida, mas a maioria é incerta. Porém, nós frequentemente nos adiantamos no tempo, e sofremos e padecemos por situações que sequer “se desenharam”, ou por coisas que nem “apareceram no horizonte”. E nos afligimos com isso, como o sujeito que faz uso do cilício, em autoaflição desnecessária, com vistas a ter um “crédito” para o futuro, quando a desventura vier, se vier. Como sombras, que nos assombram. Somos fracos, frágeis e dotados de pouca fé, infelizmente, quando nos bastaria acreditar piamente em Deus Pai, e Nele esperar pelo socorro, quietos e calmos, tranquilos, a despeito de nos desesperarmos e nos exasperarmos com situações ainda imaginárias.

Os discípulos de Jesus precisaram passar pela situação de ouvir o Mestre, mas só Nele crer depois de verem concretizadas Suas palavras. Não é isso vergonha para eles, pois somos todos iguais. Houvesse vergonha deles nisso, ora, seria nossa também. Temos, porém, a vantagem de vermos a coisa toda de outra perspectiva, mais ampla, e já sabendo o final. E isso tudo nos ensina que nós precisamos ler (com afinco), ouvir e ter contato com a Palavra de Deus, pois, conhecendo bem a Bíblia Sagrada, nas situações de crise ou aflição também nos lembraremos das palavras de Jesus, e seremos imediatamente consolados e fortalecidos. Igualmente, também nos lembraremos das palavras do Mestre para consolarmos, eventualmente, quem precise de consolação (2 Coríntios 1: 3 a 5). E esse alguém sairá, pois, fortalecido. Assim, também, nós creremos nas Escrituras, mais e mais, e nas palavras que Jesus disse (e ainda nos diz). As Escrituras mantêm viva e pulsante a presença da Trindade em nós. É um grato tesouro em nossos corações, sempre à disposição. É ressurreição (e vida), em doses diárias. Faz-nos lembrar de Jesus e de Suas palavras, sempre que necessário for. E nos traz… Paz (que excede todo entendimento…).

© Amor-Perfeito

1 comentário

  1. mcvpereda

    Neste mundo 3D em que vivemos, poucos são os que entendem a vida e as coisas provenientes de uma sabedoria interior, aquela que vem da fonte divina e assim, quando as pessoas são cegas, não sabendo diferenciar o “joio do trigo”, precisam que seres divinos façam “mágicas” cheias de efeitos especiais, para serem percebidos e acreditados. Triste realidade que, persiste há mais de 2000 anos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: