Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Lucas 1: 41.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Ao ouvir Isabel a saudação de Maria, a criancinha saltou no seu ventre, e Isabel foi cheia do Espírito Santo” – Lc. 1: 41.

Maria, mãe de Jesus, já grávida do Messias, foi visitar sua prima Isabel, que, por sua vez, estava grávida de João Batista. Esse encontro deve ter sido surpreendente, visto que a potência de Deus estava presente de forma muito intensa naquele instante. Tal visita ocorreu dias depois da concepção de Jesus, mas João Batista já contava com seis meses, de formação, na barriga de sua mãe, Isabel. Conta-nos a Bíblia Sagrada que quando Isabel pôs os olhos em Maria, ouviu sua voz, foi cheia do Espírito Santo, e João Batista se agitou em seu ventre, diante da presença do Mestre.

Guardadas as devidas proporções, creio que o mesmo acontece conosco, quando estamos diante de alguém cheio do Espírito Santo. Há uma “multiplicação” instantânea da presença do Santo Espírito, que acaba por nos colher. E como é boa essa “presença”: só quem já experimentou é que sabe. Alguma coisa acontece em nossos corações. Uma sensação de calma, paz, serenidade e conforto, um “frio na barriga”, um arrepio, vários, ao mesmo tempo em que uma alegria vem do nada, e sentimos vontade de rir e chorar, de contemplar… Ficamos atordoados, no bom sentido, e desejamos que aquele “sentimento” (ou emoção) nunca termine.

No entanto, nem todas as experiências são iguais. E muitas vezes o Espírito Santo nos brinda com Sua presença do nada. Ele aparece porque quer, sem intervenção de ninguém, muitas vezes sem motivo aparente. Às vezes, nas horas e locais mais inusitados. Acontece assim também. E é uma sensação muito boa, indescritível, de qualquer modo. Ocorre conosco algo semelhante ao descrito no verso, isto é, algo como se “a criancinha saltasse em nossos ventres”. Isso me faz lembrar de que Deus Pai nos trata como filhos, como crianças de tenra idade. É o que diz a Bíblia Sagrada em muitas de suas passagens. Talvez porque as crianças são menos críticas e mais abertas, menos “contaminadas” (Marcos 10: 13 a 16). Minha avó, mãe de minha mãe, com 92 anos de idade, diz sempre que seu corpo envelheceu, mas ela se sente ainda a mesma menina de antes, como se tivesse 12 anos.

E essa mesma “criança” que está dentro de cada um de nós, na presença do Espírito Santo, se agita, salta, e se alegra. A parte pura do ser humano, se é que posso dizer isso, se integra com Deus Pai por meio de Seu Santo Espírito. E isso só acontece por causa de Jesus Cristo, pois, pelo verso, não foi a simples saudação de Maria a Isabel, ou a própria presença de Maria, que fez com que Isabel fosse cheia do Espírito Santo, e João Batista se agitasse em seu ventre. Não, pelo contrário, foi a presença de Jesus que causou a comoção toda. Jesus Cristo é o caminho, a verdade e a vida. Ninguém se achega ao Pai, senão por Ele, Jesus, nos diz a Bíblia Sagrada (João 14: 6). Por Jesus temos acesso a Deus Pai, que se manifesta a nós por meio de Seu Santo Espírito. Nesse passo, oportuna é a frase de Fiódor Dostoiévski, que diz: “Existe no homem um vazio do tamanho de Deus”. Que esta frase se preste a nos lembrar, sempre, que esse vazio específico do ser humano só pode ser preenchido pelo Espírito Santo de Deus. E nada mais!

© Amor-Perfeito

2 Comentários

  1. Jeane

    Gostei do ensino 😍

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: