Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Ageu 2:8.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Minha é a prata, e meu é o ouro, diz o Senhor dos Exércitos” – Ag. 2: 8.

Se o Senhor é o Criador de todas as coisas, isso implica dizer que Ele é o Dono de todas as coisas, incluindo, portanto, o ouro e a prata. Afinal de contas, se pela afirmação logo acima Ele tem o mais (Dono de tudo), o menos Lhe está, por dedução, indiscutivelmente englobado (a prata e o ouro). É uma relação clara de conteúdo e continente. Na Bíblia Sagrada, pois, “ouro” e “prata” são termos sinônimos de riqueza, e esta, a riqueza, indica fartura de bens materiais e abundância de moeda corrente, (neste último caso, de dinheiro, propriamente dito, nas suas mais variadas formas pelos tempos).

Por esse prisma, quando alguém diz e afirma que dar o Dízimo é “devolver” a Deus o que Ele nos tem dado por meio de salário ou coisa parecida, esse alguém fala bobagem, besteira. Afinal, pela perspectiva sugerida (Deus é Dono de todas as coisas), nós somos apenas mordomos, sempre, e Ele continua Dono de tudo, ainda que por algum tempo qualquer forma de riqueza esteja em nossa posse, para gestão e administração, conforme nossa particular vontade. O Senhor, pois, sendo Dono de tudo (e de todos), não precisa que “devolvamos” a Ele qualquer quantia, por intermédio dos Dízimos e/ou Ofertas (sendo certo que tal quantia, por lógica pura, já seria/é Dele).

Note-se bem, entretanto, que o assunto aqui trazido e discutido não se cinge aos Dízimos e/ou Ofertas, mas, sim, unicamente o Dono de todas as coisas, Deus Pai. E só. Assim, antes que algum “defensor” de Deus se levante, importa frisar que os Dízimos e as Ofertas são legítimos e necessários à manutenção das igrejas em geral, incluindo nisso o justo pagamento daqueles que se doam em vida ao Reino de Deus, e fazem a Obra com dedicação exclusiva. A Palavra de Deus afirma, aliás, que “digno é o obreiro do seu salário” (Lucas 10: 7 – 2.ª Parte). Porém, Deus continua Dono de tudo e de todos. Sem exceções.

Na verdade, a pretensa riqueza de alguns, representada principalmente pelo excesso de bens materiais e pelo dinheiro eventualmente acumulado e sobrando, em nada impressiona o Criador. Pode até ser dom de Deus tal estado (Eclesiastes 5: 19), mas não se presta para influenciá-Lo, visto que o Senhor “não vê cara, mas coração”. As aparências enganam, se diz por aí, mas nunca a Deus Pai. Ele procura corações inclinados à piedade e à fraternidade, constrangidos por Seu amor (pedra trocada por carne – Ezequiel 36: 26 e 27), cujos “donos” olham em volta à procura dos necessitados e das necessidades alheias. Bens materiais e dinheiro jamais serão suficientes a todos. Uns têm muito mais do que precisam; outros tantos, certamente a maioria, têm menos do que necessitam, e passam privações. Só há uma solução para esse “impasse”: que Deus, em nossos corações, seja “maior” que as riquezas efêmeras deste Mundo.

© Amor-Perfeito

2 Comentários

  1. gostei da expressao que diz …e fazem a Obra com dedicação exclusiva. pois vejo que nesses dias mesmo ter um ganho estra o obreiro de Deus quer salario o que nao e corecto

  2. Edna Santos de lima

    Devolvemos sim o dízimo porque a palavra já diz: a décima parte não é nossa e sim do senhor se não devolvermos estamos ficando com o que não é nosso e sim do senhor a Bíblia diz: pode alguém roubar a Deus? A Bíblia responde : sim nós dízimo e ofertas em Malaquias 3:10 diz trazei todos os dízimos a casa do tesouro pra que aja mantimentos não estamos dando dinheiro a Deus mais estamos obedecendo ao senhor, então na minha opinião é devolver o dízimo porque não é nosso e sim um mandamento do senhor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: