Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Miquéias 7: 18.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Quem, ó Deus, é semelhante a ti, que perdoas a iniquidade, e te esqueces da transgressão do restante da tua herança? O Senhor não retém a sua ira para sempre, porque tem prazer na misericórdia” – Mq. 7: 18.

O Senhor Deus, quando perdoa nossos pecados, deles se esquece (completamente). Pecado perdoado é pecado apagado, opera-se a remissão, acaba-se qualquer dívida. Quando isso acontece, diz a Bíblia Sagrada que o escrito de dívida que pesava sobre nós foi cravado na cruz do Calvário, por Jesus, e não mais subsiste contra nós (Colossenses 2: 13 e 14). E se alguém duvida que Deus pode perdoar pecados, pela graça e misericórdia, veja a lição de Jesus em Mateus 9: 1 a 8 (fantástica lição).

A ira de Deus, que eventualmente recaia sobre alguém, é situação séria e horripilante. A Bíblia nos diz que “Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo” (Hebreus 10: 31). Porém, àqueles que optam voluntariamente pelo Pai, e O amam com sinceridade, deles Deus desvia Sua ira, em Cristo Jesus, Seu Filho (1 Tessalonicenses 1: 10). A ira de Deus está reservada para os filhos da desobediência (Colossenses 3: 5 e 6). Graças a Deus por Sua graça e misericórdia, não? Mas é importante frisar que misericórdia e graça têm naturezas distintas (não são “a mesma coisa”).

De fato, a maravilhosa graça de Deus é favor imerecido, e a todos se estende e alcança. O Senhor distribui Sua bendita graça a todos nós, de graça, como faz com Seu amor incondicional (João 1: 15 a 17). Diferente é o uso da misericórdia por Deus, pois que o Senhor a dá a quem Ele quiser, quando quiser, da forma que quiser. Nesse sentido nos testificam as Escrituras, em palavras que foram ditas pelo próprio Senhor a Moisés: “Pois ele (Deus) diz a Moisés: Compadecer-me-ei de quem me compadecer, e terei misericórdia de quem eu tiver misericórdia” (Romanos 9: 15).

Porém, o verso acima transcrito nos ensina que Deus não retém a Sua ira (por conta da graça, creio), e tem prazer na misericórdia. Apesar disso, parece, não podemos contar em todo o tempo com a misericórdia de Deus, tornando-a certa em nossas vidas para toda e qualquer situação. Contudo, ainda assim temos lindas afirmações de Deus de que ela (a misericórdia) chega até nós, todos os dias. O profeta Jeremias nos diz isso: “As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, pois as suas misericórdias não tem fim. Novas são a cada manhã; grande é a tua fidelidade” (Lamentações 3: 22 e 23). Deus é bom, e é Pai amoroso. Ele é. Mesmo assim, por certo, contemos sempre com a graça de Deus, mas não facilitemos na nossa vida cristã, a ponto de que venhamos a ter necessidade de Sua misericórdia, por erro (vontade própria) ou ato falho nosso. Deixemos, pois, que a Sua misericórdia nos atinja gratuitamente, de preferência no amor; se possível, nunca na dor.

© Amor-Perfeito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: