Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Eclesiastes 7: 2.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Melhor é ir à casa onde há luto do que ir à casa onde há banquete, pois ali se vê o fim de todos os homens, e os vivos o aplicam ao seu coração” – Ec. 7: 2.

Parece um flagrante contrassenso a declaração do verso. Todavia, não é novidade que a Sabedoria de Deus está sempre na “contramão” do Mundo (porém, melhor a Sabedoria de Deus do que qualquer outra coisa). Aliás, a Bíblia Sagrada nos diz que a Sabedoria de Deus é loucura para os homens (1 Coríntios 1: 18 a 21; 1: 23 a 25; 2: 14). De todo modo, alguém de nós, em sã consciência (geralmente), prefere ir a um enterro ou a uma festa?

A vida é dádiva do Céu, presente e dom de Deus e, por isso, deve ser vivida (bem vivida) em todas as suas facetas, na alegria e na tristeza. A vida deve ser aproveitada, acima de tudo, por ser o que é. Provavelmente o Senhor Deus considera pecado o desperdício de vida. Nela, na vida, há muito que se ver e diversas coisas a se fazer, então o conselho é viver a vida, mas com o coração no Pai (essa é a linha de pensamento e reflexão do Eclesiastes).

O verso acima, então, não nos diz que devemos descartar toda e qualquer festa de nossas vidas, e frequentar apenas funerais. O verso nos diz que devemos aproveitar a vida, mas com responsabilidade. Nunca devemos perder de vista a nossa imortalidade. A vida é efêmera, como são efêmeros todos os nossos feitos e realizações. Cada minuto (segundo) de vida é efêmero. A transitoriedade marca a existência.

A única “coisa” eterna que nós podemos reter e colecionar por aqui é o acúmulo da Palavra de Deus em nossos corações. Alguém já disse que a Eternidade começa no exato momento em que nos entregamos a Cristo Jesus. Com a devida licença poética, acredito nisso. Mas é fato que nus viemos a este Mundo, e dele sairemos na mesmíssima condição (Jó 1: 21). Alguém tem qualquer dúvida disso? Assim, pois, o verso acima transcrito nos convoca a jamais esquecermos quem nós somos e do que somos feitos, e de que dependemos de Deus Pai para tudo nessa vida. O luto deve ser observado, mas o banquete não deve ser desprezado, e vive-versa. Há tempo para tudo debaixo do céu (conforme aprendemos em Eclesiastes, Capítulo 3). Resta, pois, dizer: equilíbrio em tudo; reflexão contínua; a Sabedoria de Deus, sempre!

© Amor-Perfeito

2 Comentários

  1. Veronica

    Parabéns! Gostei muito. .

  2. Graças a Deus. Que o Senhor te abençoe, em Jesus!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: