Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

Mateus 22: 37.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Respondeu-lhe Jesus: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento” – Mt. 22: 37.

Jesus, instado pelos fariseus, foi perguntado sobre qual seria o maior de todos os mandamentos. A resposta está no verso acima, envolvendo o coração, a alma e o entendimento. O amor devido a Deus, segundo Jesus, deve ser total e irrestrito. Completo. Sem qualquer falha e livre de qualquer resquício de dúvidas.

O amor que o ser humano precisa ter pelo Pai é algo muito forte e profundo, essencial, pois envolve todo o ser. Nada pode ficar de fora. Tudo deve ser canalizado e abarcado a fim de desembocar em Deus, o Altíssimo. Deus é amor, e amar a Deus nos traz a vantagem e a benevolência de uma via de mão dupla, na qual o Senhor nos ama também, e nos ama antes mesmo de nós O amarmos. Somos alvos caros e eternos do amor inesgotável do Senhor.

Só que os fariseus fizeram uma única pergunta ao Mestre e Jesus lhes deu três respostas (a segunda dizia respeito à primeira – Mt. 22:38). Na seqüência de Sua resposta intermediária, veio, então, a terceira resposta (que era/é outro mandamento fundamental). Jesus lhes disse e afirmou que destes “dois” mandamentos dependiam toda a lei e os profetas. Certamente os fariseus ficaram atônitos com o discurso de Jesus, pois eram seguidores literais e ferrenhos da lei. Por lógica, não compreendiam a fala do Senhor Jesus, que era demasiadamente estranha e inovadora para eles. Descartar toda a lei por dois mandamentos era algo definitivamente escandaloso para os fariseus. Era demais para eles, coitados.

Nós aqui, em nossos dias, sem “farisaísmo” (espera-se), temos mais chances de entender o que Jesus dizia aos fariseus. Decerto, a Bíblia Sagrada, hoje compilada e à nossa disposição, nos traz mais subsídios para compreender a Jesus e Sua Palavra de Graça. Amar a Deus, conforme o verso acima transcrito, segundo Jesus, é o maior de todos os mandamentos. “O segundo, semelhante a este é: amarás o teu próximo como a ti mesmo” – Mt. 22: 39.

Que Ele, o Deus Vivo, com graça e misericórdia, e nos dando a disposição necessária, nos fortaleça e nos capacite para que possamos seguir a estes dois vitais mandamentos, vivendo-os em realidade, sempre.

© Amor-Perfeito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: