Amor-Perfeito

"Eu me deito e durmo; acordo, porque o Senhor me sustenta" – Salmo 3: 5.

João 5: 25.

* 1mVersículo 1aVerdade *

“Em verdade, em verdade vos digo que vem a hora, e já chegou, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e os que a ouvirem viverão” – Jo. 5: 25.

A Bíblia Sagrada não é um livro comum, pois tem caráter de eternidade (é a Palavra Viva de Deus). E a eternidade se vive só pelo presente, no presente. Do lado de lá ou do lado de cá, a consciência sempre estará no hoje, no presente. Quando Jesus disse que havia chegado a hora, Ele disse que a hora era “hoje” (entenda-se: agora). Sempre que fosse “hoje”, seria a chegada a hora. E Ele se referia à hora em que as pessoas ouviriam a voz do Filho de Deus, Dele mesmo, Jesus. Essa hora é agora, já, presente.

Reparem que Jesus disse que os “mortos” ouviriam Sua voz. Não sei se Jesus pretendia enfatizar ou se utilizar de figura de linguagem, mas Ele dirigiu Seu discurso, lido no verso acima, a pessoas vivas (não mortas). E dizia que essas pessoas vivas eram como se fossem mortas. Não tinham a vida de Deus nelas. Se as pessoas “mortas”, ou “vivas mortas”, ouvissem a voz do Filho de Deus, então estas pessoas viveriam. Jesus disse, portanto, que todos aqueles que não têm o Filho, não têm o Pai, e, por isso, estão mortos. Ainda que vivos.

A condição de morto, no caso, seria espiritual, e traria implicações para a pessoa depois de sua morte física. Ora, pelos dizeres de Jesus, à nossa volta, vemos diariamente pessoas “mortas” espiritualmente, pois são pessoas que não se entregaram a Jesus. São familiares, amigos, colegas, podem ser atores, transeuntes anônimos, motoristas de táxi etc., milhares e milhares de pessoas, milhões, conhecidas e desconhecidas, que vagam por aí sem rumo e sem objetivos eternos. E que cruzam o nosso caminho. Porém, só pensam no agora, na vida na carne (como se nunca fossem morrer), na carreira, na família, em ser e ter (e mais nada), em coisas transitórias e efêmeras.

O tempo passa, a vida se escoa, a morte chega. A transição acontecerá, inevitavelmente. O ocaso da vida é um fato. A vida que Jesus menciona, Ele nos dá em vida. Depois da morte a Bíblia nos diz que não se faz escolha alguma. O destino que nos reserva a eternidade é selado em vida, de modo que é o “hoje” que vale. A opção por ouvir a voz do Filho do Homem (Jesus) deve ser feita já. Se ainda não foi, de preferência, faça-a imediatamente. E os que O ouvirem viverão.

 © Amor-Perfeito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: